Starbucks testa incentivo ao uso de copos reutilizáveis em Londres

352
[tempo para leitura: 2 minutos]

As pessoas bebem muito café nos aeroportos. O de Gatwick, em Londres, disse que já recicla a maioria dos 7 milhões de copos de café descartáveis ​​que os viajantes usam a cada ano. O aeroporto quer melhorar isso e as xícaras reutilizáveis ​​têm potencialmente uma pegada de carbono menor do que os copos de papel.

O financiamento para este levantamento do aeroporto surgiu de um programa que a Starbucks lançou no ano passado e que acrescentou uma sobretaxa de 5 pence (6 centavos) para copos descartáveis ​​em lojas do Reino Unido. O dinheiro arrecadado foi doado para a organização de caridade ambiental Hubbub, que administra o programa de sustentabilidade em Gatwick.

“Centros de transporte, como aeroportos e estações ferroviárias, são áreas com muito tráfego de pessoas e um uso não muito alto de copos reutilizáveis”, disse Trewin Restorick, diretor executivo e co-fundador da Hubbub. O aeroporto é um bom lugar para saber se os consumidores podem ser incentivados a reutilizar seus copos.

Apenas um posto avançado da Starbucks – localizado perto dos portões e além da segurança – estará participando do teste; em que serão cobrados 5 pence dos clientes que escolherem copos descartáveis e os reutilizáveis serão oferecidos gratuitamente. Mesmo que apenas 250 clientes por dia optem por um copo reutilizável, mais de 7.000 copos poderiam ser salvos no período de um mês, estima a Starbucks. A empresa planeja rastrear o número de copos devolvidos, experimentando diferentes pontos de coleta para maximizar a taxa de retorno.

“O que será realmente interessante é ver onde os copos acabam”, disse Jaz Rabadia, gerente sênior de energia e sustentabilidade da Starbucks no Reino Unido.

Para Cristina Souza, diretora-executiva da GS&Libbra, acredita que a rede de cafeterias escolheu um bom caminho para solucionar a questão: “Starbucks mais uma vez como trend setter de uma daquelas iniciativas que nos perguntamos: por que ninguém ainda havia feito isso? A redução do consumo de descartáveis e um forte ponto de discussão para os negócios de Foodservice X Sustentabilidade”.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta