Escolher o ponto ideal para uma empresa pode ser um desafio

207
[tempo para leitura: 3 minutos]

Encontrar o ponto ideal para abrir um negócio pode ser um grande desafio. Muitos fatores estão envolvidos na escolha, como a opção por shopping ou loja de rua, o fluxo de pessoas da região, o público que se pretende atingir, entre muitos outros. Este assunto será o tema do painel “O atual cenário de locações comerciais – mercado imobiliário e varejistas”, que contará com a presença de Cláudio Sallum, sócio-diretor da Lumine Soluções em Shopping Centers; Marilene Araújo, head de Expansão do Grupo Soma; Renato Carneiro, diretor de Expansão da Caedu; Ricardo Alves, CEO da Halipar e Felipe Andrade, diretor Comercial da Aliansce.

O Grupo Soma é dono das marcas A.Brand, Farm, Animale, FYI, Fábula e da masculina Foxton. Seu faturamento total é de R$ 1,3 bilhão por ano. Possui lojas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Espírito Santo, Paraná e Mato Grosso, mas também aposta em expansões internacionais, com lojas nos Estados Unidos e em Portugal.

Recentemente, a empresa transformou a linha de joias da Animale em monomarca, a Animale Oro, que funciona em prédio de quatro andares em Ipanema, no Rio de Janeiro. A previsão da companhia é que a nova bandeira ganhe 15 lojas nos próximos quatro anos e que sua operação consuma R$ 20 milhões da empresa. “Há uma limitação física em nossas lojas que não permitia a expansão de linhas de sucesso. Uma coisa é comunicar uma coleção dentro de um contexto maior [da roupa], outra é trabalhá-la sozinha”, afirmou Claudia Jatahy, irmã e sócia de Roberto Jatahy do Grupo Soma.

A rede Caedu de moda acessível também vem realizando expansões. A empresa inaugurou recentemente uma loja no Shopping União de Osasco. Esta é a terceira unidade em shoppings da marca, que possui várias lojas de rua, afim de ficar mais próxima de seu público. Para funcionar no mal, a empresa apostou em um layout interno e externo mais clean, que busca proporcionar uma melhor experiência de compra para seus clientes.

A Halipar é a holding que controla as redes de restaurantes GriletTo, Montana Grill, Jin Jin e Croasonho. Para expandir, a empresa investe em franquias, com diversos modelos diferentes. Um dos formatos recém-lançados é o container, em que podem funcionar unidades de uma ou mais marcas do grupo. O novo formato tem custo de investimento menor em relação às lojas tradicionais e, caso sejam escolhidos mais de um restaurante, é possível otimizar custos com serviços compartilhados, como administrativo, compras, limpeza e motoboy. O lançamento ampliou a atuação da holding para além dos shoppings e inclui os serviços de delivery e retirada no balcão. O foco do projeto são cidades com mais de 100 mil habitantes.

A administradora de shopping centers Aliansce acaba de anunciar sua fusão com a Sonae Sierra Brasil, formando a maior empresa em número de shopping centers do país, com 40 empreendimentos e a segunda maior em ABL, atrás apenas da brMalls. O volume total de vendas dos shoppings próprios das duas empresas somou aproximadamente R$ 14,8 bilhões no último ano. A nova companhia nasce com receita líquida de R$ 876 milhões e EBITDA de R$ 630 milhões nos últimos 12 meses, o que a torna a terceira no ranking nestes indicadores entre as empresas listadas de shopping centers do país.

A Lumine atua nas áreas de planejamento e desenvolvimento que antecedem a abertura ou a expansão de um shopping center, na escolha de ponto, estudo de mercado, dimensionamento do empreendimento, estudo de viabilidade econômica, plano de locação, divisão e locação de lojas, na administração e gestão operacional dos shopping centers.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta