Grandes companhias irão testar blockchain na cadeia de medicamentos

180
[tempo para leitura: < 1 minuto]

A Food and Drug Administration dos Estados Unidos (FDA) lançou um programa para testar o uso da tecnologia blockchain no aprimoramento da segurança da distribuição e fornecimento de medicamentos controlados. As empresas que irão participar do projeto são Merck, Walmart e IBM.

As companhias informaram que irão criar uma rede blockchain compartilhada para possibilitar o monitoramento em tempo real dos produtos na cadeia de suprimentos farmacêuticos.

O teste também foi permitido pela Lei de Segurança da Cadeia de Suprimentos de Medicamentos dos EUA (DSCSA), que foi constituída a fim de ampliar a fiscalização, reduzindo a distribuição de remédios roubados, contaminados, falsificados ou prejudiciais.

O programa planeja diminuir o intervalo de tempo utilizado para rastrear e monitorar medicamentos controlados, ampliado a disseminação de informações sobre distribuições feitas de forma confiável, além de procurar garantir que os remédios sejam manuseados da maneira correta e armazenados em temperatura adequada durante a distribuição.

O blockchain irá auxiliar as empresas a criar um registro permanente, podendo ser integrada aos sistemas já existentes usados para rastrear produtos enquanto eles são distribuídos.

Segundo as empresas, o projeto deverá ser finalizado no final deste ano e os resultados serão publicados em um relatório.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta