Mercado Pago, Itaú e Mastercard lançam tecnologia para ampliar aprovação das compras online

762
[tempo para leitura: 2 minutos]

A Mastercard, o Itaú Unibanco e o Mercado Pago realizaram em conjunto a primeira transação online autenticada EMV 3DS para compras com cartões de crédito. A novidade tem como objetivo ampliar as taxas de aprovação de compras online com cartão de crédito e débito. O pagamento acontecerá de forma segura e conveniente. A tecnologia deverá ser ampliada para cartões de débito até o fim deste ano.

No sistema, a plataforma (o Mercado Pago) faz o envio das informações criptografadas à Smart Interface da Mastercard. A partir de então ocorre a autenticação, que pode ser feita de duas formas: no pagamento sem fricção, o pedido de pagamento é autenticado de forma imediata e transparentem considerando exclusivamente os dados criptografados; na autenticação em multi fatores, após o recebimento dos dados, o banco emissor solicita ao usuário uma confirmação adicional (variável, podendo ser uma validação por SMS, biometria, reconhecimento de voz ou facial etc.) para autenticar a compra. Depois, a tecnologia EMV 3DS da Mastercard envia ao Mercado Pago um tolken criptografado, que confirma que a solicitação do usuário foi autenticada. As informações são então repassadas ao banco, que é informado de que a solicitação foi autenticada, finalizando a compra.

“Vamos oferecer uma experiência inovadora ao aumentar a aprovação das compras de forma tão segura e conveniente quanto um pagamento numa loja física”, afirmou Tulio Oliveira, vice-presidente do Mercado Pago no Brasil.

O responsável pela elevação da taxa de compras online será o protocolo 3DS 2.0, que possibilita a autenticação da compra. A tecnologia deve permitir a redução das chances de uma compra digital legítima não ser aprovada por falta de dados, já que o formato amplia a quantidade de informações pedidas.

“Ao poder contar com dados extras, melhoramos a experiência dos consumidores e contribuímos para o aumento do nível de confiança desse público, favorecendo o avanço do comércio na internet”, disse Rubens Fogli, diretor de Negócios Digitais do Itaú. Os clientes ganharão com o aumento da taxa de aprovação de compras, além do aumento da segurança e conveniência, sem ser necessário preencher formulários, acessar janelas adicionais ou internet banking e nem informar senhas.

A EMV 3DS utiliza o learning machine a fim de realizar uma análise de risco utilizando mais informações do usuário e do varejista. A tecnologia usa também dados do aparelho onde a transação foi realizada, ajudando compradores, empresas de pagamento, de cartão de crédito e bancos a fazer a validação da compra online.

Os comerciantes ganham com o aumento das vendas a partir da ampliação da taxa de aprovação, com a redução do número de carrinhos abandonados, a possibilidade de realizar a autenticação em qualquer navegador ou aplicativo móvel, além da melhora da experiência do consumidor que aumenta a fidelização.

As instituições financeiras têm o risco de fraudes reduzido, já que o fornecimento de mais informações permite uma tomada de decisões mais assertiva, além do acesso a dados atualizados continuamente e suporte para autenticação em carteiras digitais.

A tecnologia permitirá a ampliação do uso de cartões de débito, que são muito populares, nas compras online. “Elevaremos a qualidade das transações por meio de novas formas de autenticação a fim de conduzir o e-commerce para uma experiência online mais segura e sem fricção”, esclareceu João Pedro Paro Neto, presidente da Mastercard para Brasil.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta