Mesmo com guerra-comercial, Alibaba busca atrair empresas americanas

300
[tempo para leitura: 2 minutos]

O gigante do varejo chinês Alibaba lançou um novo portal em inglês, com o qual pretende trazer mais empresas globais para o mercado chinês. A Tmall Global do Alibaba (TMG), que já tem 20 mil marcas internacionais em mais de 4 mil categorias de 77 países e regiões, também está lançando versões do portal em outros idiomas, como espanhol, japonês e coreano.

A plataforma apresenta ferramentas destinadas a ajudar os comerciantes globais a obter sucesso na China, incluindo como abrir uma loja principal e obter assessoria de integração para otimizar as operações. O site também fornece soluções sobre a melhor forma de usar o Tmall Overseas Fulfillment (TOF), que fornece aos comerciantes uma “maneira de baixo custo e baixo risco de testar o terreno na China”, informou a empresa por meio de comunicado.

Até agora, a companhia trouxe várias empresas americanas para sua plataforma, incluindo a fabricante de sabão natural Dr. Bronner e a marca de beleza natural 100% Pure, acrescentou o Alibaba.

Apesar das difíceis negociações comerciais entre os EUA e a China, a introdução de tarifas e a ansiedade que as empresas globais estão experimentando, o Alibaba continua seus esforços para trazer mais negócios internacionais para a plataforma. Embora as economias dos EUA e da China tenham continuado durante as tensões comerciais, o presidente executivo do Grupo Alibaba, Jack Ma, tem prestado muita atenção ao cenário, com um olho no relacionamento da China com os EUA nos próximos 20 anos, como explicou em um editorial de 2018.

A adição de empresas americanas em ascensão à TMG, como a Evereden e a Emily’s Chocolates & Nuts, é o mais recente esforço do Alibaba para expandir para o mercado dos EUA. Para ampliar sua presença, o Alibaba firmou parcerias com marcas americanas e globais como Guess, Office Depot, Starbucks e Walgreens durante o ano passado. O Alibaba parece estar focado em seus objetivos de longo prazo, independentemente de quaisquer problemas geopolíticos.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta