Vendas de material de construção permanecem estáveis em junho

305
[tempo para leitura: 1 minuto]

De acordo com dados da Pesquisa Tracking Mensal da Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção), as vendas de material de construção se mantiveram estáveis em junho em relação ao mesmo mês de 2018. A associação entrevistou 530 lojistas em todo o Brasil.

Quando analisado o desempenho em relação ao mês anterior, houve queda de 6% em junho. No acumulado do ano, o aumento foi de 2% e, nos últimos 12 meses, 3%.

Estes resultados se devem à queda da confiança do consumidor. A Confederação Nacional da Indústria, divulgou o INEC (Índice Nacional da Expectativa do Consumidor), que sofreu a segunda queda consecutiva, indicando um abalo na percepção de emprego e endividamento. “Toda vez que a confiança do consumidor é abalada, mesmo que minimamente, ele deixa de investir em reformas e construção. Nosso setor depende de planejamento, o nosso cliente não faz compras por impulso. Ele precisa se sentir confiante de que vai conseguir não só começar, mas terminar a obra”, disse Cláudio Conz, presidente da Anamaco.

As vendas de material de construção caíram 17% na região Centro-Oeste, 15% no Nordeste, 7% no Norte e Sudeste. Apenas no Sul houve aumento das vendas de 10%.

Na avaliação por categorias, as telhas de fibrocimento e tintas cresceram 2% no período. Já os revestimentos cerâmicos retraíram 3%.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta