Microsoft inaugura flagship no centro de Londres

292
[tempo para leitura: 2 minutos]

A Microsoft abriu sua primeira loja na Europa, em Londres. Localizada nos três andares de um edifício histórico de 1912 na esquina da Regent Street com a Oxford Street, área comercial central na capital britânica, o novo espaço será vizinho da principal loja da Apple. A unidade de 2.043 metros quadrados ocupa o endereço ocupado desde 1996 pela Benetton, principal marca de roupa do Reino Unido.

“À medida que construímos nosso próprio hardware com o Surface e expandimos nossas ofertas corporativas, estamos descobrindo que um local físico é realmente valioso”, disse Chris Chief, diretor de marketing da Microsoft. “Temos uma equipe trabalhando nisso há vários anos.”

O impulso dos gigantes da tecnologia para abrir lojas chamativas para exibir seus dispositivos e softwares provou ser um dos poucos pontos brilhantes para a indústria de varejo em dificuldades do Reino Unido, que tem sido assolada por falências, fechamento de lojas e cortes de aluguel. A pressão de varejistas online, como a Amazon, e um aumento nos custos, decorrente da queda da Libra causada pelo Brexit estão prejudicando as cadeias de lojas em particular.

As lojas da Apple estão agora entre os maiores impulsionadores do tráfego de pedestres nos shoppings, substituindo as lojas de departamentos como as mais procuradas para serem as novos âncoras. A Samsung Electronics Co. alugou uma loja âncora para ser o showroom de seus aparelhos no sofisticado shopping center que foi aberto no ano passado em Kings Cross, em Londres, projetado por Thomas Heatherwick.

Capossela disse que os anos de planejamento para expandir para a Europa não foram afetados pelas observações das ruas da Grã-Bretanha, mas pelo que ele aprendeu operando lojas nos EUA nos últimos 10 anos.

“Não estamos fazendo uma loja de varejo físico porque outra pessoa não abrindo”, disse ele. “É realmente apenas uma oportunidade para servirmos a um grupo de clientes que querem saber o que está acontecendo em nossa empresa”.

A nova loja combina paredes brancas com piso de madeira e móveis, adicionando painéis de vídeo do chão ao teto, estações de gravação a laser para personalização de produtos e uma variedade de salas de conferência para sessões de treinamento e educação.

Os clientes podem experimentar o headset de realidade aumentada Hololens, da Microsoft, ou comprar um novo laptop ou um cabo de carregamento. Mas os jogadores de videogame e os fãs da plataforma Xbox da empresa têm uma grande área dedicada apenas para eles. Uma sala cheia de consoles Xbox One também tem webcams e fones de ouvido para sediar torneios de e-sports na loja, e telas de 98 polegadas pontilham a maioria das paredes para atrair jogadores populares para mostrar sua presença no local.

“Nenhuma outra loja da Microsoft tem o salão de jogos que essa loja tem”, disse Capossela. “Há experiências de jogo aqui que são completamente exclusivas de Londres.”

O prédio fica em uma das áreas mais sofisticadas da capital inglesa, a Oxford Circus – a mais movimentada faixa de pedestres da Europa, de acordo com o Conselho da Cidade de Westminster. Foi projetado por John Nash, o arquiteto por trás do Palácio de Buckingham, que fica a uma curta caminhada da nova loja da Microsoft.

O CMO não comenta se a empresa planejava abrir outras lojas no Reino Unido ou na Europa, ou por quanto tempo a loja ficará em funcionamento.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta