Com altas temperaturas, lojas realizam liquidações de inverno

241
[tempo para leitura: 2 minutos]

As temperaturas ainda não caíram como o esperado e muitas lojas da capital paulista já liquidam vestuário de inverno. De acordo com uma pesquisa da FCDLESP (Federação das Câmeras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo), as vendas nas liquidações de inverno podem crescer 3,5% em 2019. Em 2018, a expectativa dos lojistas do estado era de 2%.

Para o presidente da FCDLESP, Mauricio Stainoff, o inverno ainda não deu suas caras e o clima quente e seco acaba fazendo com que o lojista faça o estoque girar. “Com um inverno ameno a tendência é de vender menos, obrigando as lojas a anteciparem suas liquidações, para troca de troca de estoques”, explicou.

Nelson Tranquez Jr,. presidente da CDL do Bom Retiro, também acredita que sem baixas temperaturas, a expectativa é concentrar as vendas em produtos de meia estação. “Até agora não tivemos frio em nossa região. Para aumentar as vendas, sugiro investir em vestuários mais leves, com preços justos e boa comunicação”, afirmou.

Para a capital paulista, a expectativa de ticket médio de compra durante as liquidações de inverno é entre R$ 100 e R$ 200, com preferência para parcelamentos em 3x no cartão de crédito. “As liquidações podem oferecer desconto entre 30% e 40%”, disse Stainoff. Entre os setores que mais se beneficiarão estão vestuário, calçados e acessórios de inverno.

Se o frio ainda não chegou na capital, na baixada santista a alta temperatura é um desafio maior.  “Nossa expectativa é de 2% de crescimento nas vendas, com ticket médio entre R$ 100 e R$ 200,00. O consumidor realmente compra por necessidade e os descontos podem chegar a 20%”, acredita Orlando João de Souza Junior, presidente da CDL do Guarujá.

A região de Bauru espera um crescimento de 20% nas vendas, sendo o pagamento em espécie o mais esperado para a cidade. A expectativa é de ticket médio até R$ 200.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta