EBay compra participação de marketplace indiano

240
[tempo para leitura: 2 minutos]

O eBay comprou uma participação de 5,5% do marketplace indiano Paytm Mall. Como parte do acordo, os clientes ativos do Paytm Mall poderão fazer compras no eBay, com a indiana facilitando as transações internacionais. O investimento do eBay foi estimado entre US$ 150 e US$ 200 milhões.

Os produtos do eBay estarão disponíveis na plataforma do Paytm Mall “nas próximas semanas”. Além disso, o marketplace americano também opera a versão indiana eBay.in, lançada em janeiro.

Essa nova parceria fortalece ainda mais o eBay no crescente mercado indiano de comércio eletrônico. A empresa já havia investido anteriormente na plataforma de e-commerce da Flipkart na Índia em 2017. Mas essa relação terminou em 2018, quando o Walmart comprou uma participação majoritária na Flipkart. A Paytm, que inclui o Paytm Mall em suas operações, tem mais de 450 milhões de clientes cadastrados, cerca de 130 milhões de usuários ativos e mais de 12 milhões de comerciantes registrados na plataforma, de acordo com o anúncio.

O eBay também tem feito movimentos para lembrar os clientes globalmente de sua relevância em um mercado de e-commerce cada vez mais concorrido. Em março, anunciou que adicionará o Google Pay às suas opções de pagamento, juntamente com a adição do Apple Pay no ano passado. Ele também introduziu maior personalização de seus recursos de pesquisa com a ajuda de inteligência artificial e learning machine.

Mas o eBay também está planejando ações em sentido contrário, de venda, não de compra. Durante uma teleconferência logo após o anúncio do Paytm Mall, o CEO do eBay, Devin Wenig, indicou que o StubHub e o Classifieds – ambas companhias pertencentes ao eBay – podem em breve estar à venda. Enquanto a companhia relatou um aumento nos compradores ativos globais (totalizando agora 182 milhões), a receita do marketplace da empresa subiu 1%, para US$ 2,2 bilhões, enquanto a receita do StubHub subiu 7%, para US$ 264 milhões.

Mudanças nos impostos sobre vendas nos Estados Unidos podem ser um fator que levou o eBay a reconsiderar seu modelo de negócios doméstico e sua contínua expansão no exterior. Com os estados exigindo cada vez mais a cobrança de imposto sobre vendas feitas online, as compras em e-commerce estão deixando de ser um paraíso para os clientes que buscam economizar essa taxa extra em suas compras. Isso significa que os varejistas e as plataformas de marketplace, como o eBay, talvez precisem criar estratégias para melhorar a proposta de valor para os clientes.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta