“Principais desafios: manter o crescimento sustentável das redes e continuar a fazer mais com menos”

559
[tempo para leitura: 2 minutos]

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) atua, desde 1987, organizando e participando de diversas ações para o desenvolvimento do sistema no Brasil. André Friedheim, presidente da entidade, estará no 10º Fórum Internacional de Gestão de Redes de Franquias e Negócios, promovido pelo Grupo BITTENCOURT. Confira um bate-papo com o convidado, que destaca o panorama nacional do franchising:

[M&C] Depois do crescimento em 2018, qual a expectativa para o mercado de franquias em 2019?
[André Friedheim] Nossa expectativa é positiva, considerando que o governo está avançando no processo de aprovação da reforma da Previdência, que é um primeiro passo para que sejam destravadas as amarras dos investimentos, e  para que a economia brasileira volte a crescer. Esperamos também que após a da Previdência, a reforma tributária também seja aprovada pelo Congresso, pois ela é igualmente fundamental para que o empresariado volte a investir, gerando empregos e renda.

Quais boas práticas o setor de franquias implantou para voltar a crescer em 2018?
Nesse período de baixo crescimento da economia, o setor de franquias tem mantido um crescimento nominal médio entre 7% e 8% em virtude de alguns fatores principais, entre eles podemos observar que as redes mantiveram seu foco na gestão eficiente, no relacionamento mais próximo dos franqueadores com seus parceiros franqueados, oferecendo a eles o suporte necessário, treinamento e capacitação, e se esforçaram para manter investimentos em tecnologia e inovação.

Poderia elencar os grandes desafios do setor?
Penso que entre os principais desafios do nosso setor na atualidade estejam: manter o crescimento sustentável das redes, expandindo nacional e internacionalmente – este que é por si só um grande desafio –, ainda num cenário desafiador na economia brasileira, e continuar a fazer mais com menos, sem perder a qualidade dos produtos e serviços oferecidos aos clientes. 

Qual o contexto atual do franchising nacional?
As redes de franquias no Brasil de forma geral alcançaram um bom grau de maturidade e isso se reflete no próprio mercado nacional, cujo contexto é favorável, mesmo em períodos de retração ou baixo crescimento da economia. E isso se deve especialmente às boas práticas adotadas pelas redes, de acordo com o que estabelece a Lei do Franchising, ao trabalho duro e profissionalismo de todos os envolvidos no setor e à essência do próprio franchising: o trabalho em rede, o acesso a marcas consolidadas, know how, ganhos em escala, etc.

O 10º Fórum Internacional de Gestão de Redes de Franquias e Negócios acontece nos dias 1 e 2 de outubro, no Teatro Santander, em São Paulo. Em nove edições, já recebeu mais de 9 mil executivos, dentre CEO’s, diretores e gerentes, de 2 mil empresas, incluindo as maiores redes de franquias e negócios do país.

O evento contará com palestras de lideranças como Frederico Trajano, CEO do Magazine Luiza; Marcelo Bertini, presidente do Cinemark; Chieko Aoki, presidente da rede Blue Tree Hotels; Caito Maia, fundador e presidente da Chilli Beans.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta