“Se tecnologia omnichannel não inclui as franquias, a transformação digital não acontece”

483
[tempo para leitura: 2 minutos]

O 10º Fórum Internacional de Gestão de Redes de Franquias e Negócios, promovido pelo Grupo BITTENCOURT, trará na pauta a transformação digital e a integração de canais no varejo e franchising. No dia 2 de outubro, o painel de Omni Franchising contará com a presença de Jean Klaumann, vice-presidente da Linx Digital, importante e promissora unidade de negócios da Linx – empresa líder em tecnologia para o varejo.

O omnichannel está em pauta no mercado, principalmente, por uma necessidade de atender ao perfil atual do consumidor que, para concluir uma única compra, quer interagir com os múltiplos canais de uma marca sem barreiras entre o on e offline.

De acordo com o levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), realizado em julho de 2019, 97% dos consumidores brasileiros buscam informações na internet antes de comprar em lojas físicas. O caminho inverso também acontece: 84% dos entrevistados afirmaram pesquisar primeiro em lojas físicas antes de finalizar as compras online.

“A Linx Digital oferece ao mercado uma solução que integra o online e o offline do cliente com inteligência de gestão. O consumidor quando busca por um produto ou serviço de uma marca quer uma jornada sem atritos, com a melhor experiência possível.

Se ele vai até a loja para comprar ou para solucionar um problema, ele não quer ser tratado como um cliente da franquia x, y ou z, mas sim como cliente da rede, independente da porta de entrada. Se tecnologia omnichannel não inclui as franquias, a transformação digital não acontece”, avalia Klaumann.

Embora, as grandes marcas já tenham se atentado à importância de uma operação integrada, muitas não aplicam o conceito omnichannel em todo seu potencial de integração entre canais novos e tradicionais, pois deixam oportunidades importantes fora da unificação do seu processo, por exemplo, franquias e televendas.

A Linx é pioneira no campo da omnicanalidade e tem uma suíte de ofertas totalmente dedicada a esse modelo de negócios, a Linx Omni. A empresa já viabiliza a operação integrada em grandes lojas e diferentes grupos econômicos, tornando possível até mesmo a incorporação de franquias neste modelo.

Para ajudar varejistas que querem sair à frente na transformação digital, seu portfólio reúne ofertas para o varejo físico, varejo online e meios de pagamento, além de possibilitar a criação e gestão da integração de lojistas com marketplaces e com ‘super apps’, aplicativos que oferecem uma série de serviços em uma única plataforma. Dessa forma, a Linx atua como um parceiro tecn10ológico para toda a cadeia de valor, desde a indústria até a ponta do varejo.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta