Para crescer no Brasil, Walmart muda estratégia e passa a ser Grupo BIG

926
[tempo para leitura: 2 minutos]

Um ano após o Fundo de Investimento Advent adquirir 80% do Walmart Brasil, a empresa anunciou pontos importantes do seu plano estratégico que inclui a mudança da marca corporativa, de seus hipermercados e supermercados, além de maior foco e investimentos nos formatos cash & carry e clube de compras.

A partir de agora, a companhia se chamará Grupo BIG e, nos próximos 18 meses, investirá mais de 1,2 bilhão de reais na modernização e ampliação de suas lojas.

Com foco na operação e, após formar um novo time de executivos especializados em varejo, o Grupo BIG inicia uma gestão 100% local, o que garantirá mais agilidade nas tomadas de decisões. Com esse movimento, a companhia visa se aproximar ainda mais de seus clientes em todas as regiões e formatos em que atua.

A primeira mudança foi anunciada ainda no primeiro semestre deste ano. Com o objetivo de aumentar a participação no formato atacarejo, o grupo deu início ao projeto do Maxxi Atacado, que abrange a mudança de posicionamento da marca, a transformação estrutural e tecnológica das 43 unidades em todo o Brasil, crescimento de 40% do sortimento e a conversão de 10 lojas de hipermercado em atacarejo.

Dessa forma, a bandeira passa a ser uma unidade estratégica de negócios para a empresa nos próximos anos, com foco em consumidores e comerciantes.

Para Eduardo Yamashita, COO do Grupo GS& Gouvêa de Souza, a decisão faz sentido. “O formato (atacarejo) possui uma proposta de valor que casa muito bem nos momentos de crise, sendo o formato de loja na categoria de alimentos que mais cresceu no ano de 2018, com avanço de 12,8% contra uma queda de 6,4% dos hipermercados, segundo a Nielsen”, afirmou.

Transformar o formato hipermercado também faz parte do plano de negócios da companhia. Todo o projeto, da escolha dos novos nomes das bandeiras à definição de sortimento, está alinhado com as necessidades dos clientes locais e do varejo brasileiro.

A empresa optou por suas marcas regionais, que resgatam o vínculo emocional com os consumidores. As lojas de hipermercado Walmart nas regiões Sul e Sudeste passarão a se chamar BIG, enquanto no Nordeste, todos os hipermercados serão BIG Bompreço.

As mudanças, no entanto, vão muito além das novas bandeiras. A empresa já está realizando mudanças efetivas na operação em todo o país, com a renovação das lojas, a ampliação de 30% do sortimento e uma nova estratégia comercial e de preços. Até junho de 2020, a expectativa é concluir a reforma de 100 hipermercados.

Já o Sam’s Club terá, em um período de um ano, dez novas lojas. A primeira será inaugurada no início desse segundo semestre e, até o final do ano, mais três unidades serão abertas. Esse movimento faz parte do projeto de conversão de hipermercados em Maxxi Atacado e Sam’s Club.

Por outro lado, Yamashita avalia que o Grupo BIG enfrentará forte concorrência. “Vale lembrar que a vida do Grupo Big não será fácil, a competição nesse setor é forte e com concorrentes já estabelecidos e bem estruturados. Uma eventual aceleração da economia pode também gerar pressão para esse formato de loja, uma vez que o consumidor passa a buscar mais serviço e conveniência em momentos de maior folga no seu orçamento”, disse.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta