Brasil vivenciará compra por reconhecimento facial no LATAM Retail Show

873
[tempo para leitura: 3 minutos]

A constante reinvenção do varejo e suas novas tendências estão no centro das discussões do LATAM Retail Show. Em 2019, o mais completo evento de varejo e consumo da América Latina proporcionará ao público do congresso e expo gratuita a experiência de compra por reconhecimento facial. Para isso, foi utilizada a tecnologia Certiface, solução pioneira desenvolvida pela Oiti Technologies, empresa que compõe o ecossistema do Grupo GS& Gouvêa de Souza.

“Os consumidores estão cada vez mais familiarizados com a biometria, pois a consideram mais rápida e mais confiável, do que ficar memorizando inúmeras senhas. Apesar de se tratar de uma tecnologia relativamente nova, ultimamente ela vem sendo aplicada em quase todos os setores, ação que demonstra o interesse e a boa aceitação dos usuários. Essa inovação está entre as grandes tendências de meios de pagamento em um futuro bem próximo”, explica Marcelo Honda, diretor-executivo da Oiti Technologies.

Os participantes que se inscreverem no LATAM Retail Show receberão um link e serão direcionados para um ambiente digital onde deverão cadastrar uma selfie no banco de dados. Em seguida terão um crédito para utilização única e exclusiva em um dos três dias do evento para a compra de um dos snack box disponíveis no estande Facial Payment Experience.

Durante o LATAM Retail Show, basta se dirigir ao estande, solicitar o box de preferência e validar a compra com o rosto. O público poderá escolher entre marcas como Bauducco, Biscoito Crek Crek, Levy, Heineken e Nutty Bavarian. Outras parcerias ainda estão sendo fechadas para aumentar o leque de opções.

“O principal diferencial dessa ação com relação a qualquer outro sistema de pagamento é zerar o atrito. Geralmente a pessoa tem de pegar o cartão, colocar na maquininha, lembrar e digitar a senha. Ou pegar o dinheiro e esperar o troco. Dessa forma você cria uma fluidez no momento de pagamento para quem recebe. Além disso, o tempo que se economiza reduz a possibilidade de um cliente insatisfeito na fila, por exemplo”, ressalta Cristina Souza, diretora-executiva da GS&Libbra.

“As marcas participantes consideraram muito positivo associar sua imagem com algo ultramoderno. Além disso, a ação representa uma oportunidade de aprendizado, pois estão todos curiosos para entender a funcionalidade da experiência”, complementa.

Pesquisas da Visa, em parceria com a AYTM Market Research, mostraram que, em 2016, 70% dos usuários brasileiros se sentiam à vontade para pagar suas contas com informações biométricas. Em 2017, esse índice saltou para 85%. De acordo com estimativas da empresa de pesquisa ABI Research, o mercado de reconhecimento biométrico deverá alcançar, globalmente, 30 bilhões de dólares em 2021.

O Certiface visa trazer uma melhoria nas relações de segurança e confiança entre as empresas e seus clientes. Possui hoje um banco de dados centralizado e alimentado por seus clientes, com o objetivo de identificar o titular dos dados para protegê-los de possíveis fraudes. Além de diminuir a inadimplência e custos, melhora as vendas e a experiência do cliente.

O pagamento por reconhecimento facial é uma realidade na China. O gigante asiático já possui até uma na rua comercial Wuma, na cidade de Wenzhou, na qual todos os pedestres que desejam pagar suas comprar, poderão fazer com o sistema de reconhecimento facial. O sistema é fruto de um acordo entre as autoridades locais, o gigante do comércio eletrônico Alibaba e uma companhia de propriedade do fundador da Alibaba, Ant Financial.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta