Mercado Livre inaugura categoria dedicada a produtos sustentáveis

1886
[tempo para leitura: 2 minutos]

O Mercado Livre lançou uma nova seção dedicada a produtos sustentáveis. São 5 mil itens, incluindo composteiras para transformar lixo orgânico em adubo, painéis solares, eletrodomésticos com baixo consumo de energia elétrica, entre outros.

O objetivo é vender produtos que influam positivamente na sociedade e no meio ambiente. O lançamento da seção ocorreu em vários países além do Brasil, como Chile, Argentina, Colômbia, Peru, México, Venezuela e Uruguai.

A ação é uma estratégia de mercado do Mercado Livre para aumentar a frequência com que os clientes visitam o site, pois alguns destes produtos têm grande recorrência de compra, como alimentos orgânicos.

“Os consumidores que querem comprar esse tipo de produto enfrentam dificuldades para encontrar variedade”, disse Julia Rueff, diretora de vendas do marketplace do Mercado Livre no Brasil.

A empresa realizou uma pesquisa com 18 mil clientes de todos os países em que opera, com exceção da Venezuela. O estudo mostrou que apenas 11% encontram sempre os itens sustentáveis que buscam. Revelou também que 66% dos seus clientes compram produtos ligados à saúde e ao meio ambiente ao menos uma vez por semana.

Por outro lado, apenas 26% dos pesquisados revelaram estar dispostos a pagar mais caro por itens que acreditam ter impacto positivo. Mas a metade só escolheria estes produtos se estivem com o mesmo preço dos regulares.

Mais da metade dos respondentes afirmam que entre os motivos para escolher estas mercadorias estão a boa qualidade. Outras razões citadas foram a preocupação com o futuro e as próximas gerações.

Os consumidores brasileiros aparecem com os menos familiarizados com o consumo responsável, com 89% dos pesquisados respondendo que conhecem o assunto. Este número está abaixo da média de 84% dos outros países latino-americanos. O maior percentual foi o do México, com 96%.

A pesquisa revelou ainda que os millennials são os mais preocupados com questões sociais e ambientais na escolha de produtos online. Entre eles, 90% consideram o impacto no mundo de suas compras.

O marketplace inclua uma seleção de produtos sustentáveis durante a Ecofriday, promoção anual feita desde 2016 e que disponibiliza produtos sustentáveis com desconto. Para criar a nova seção, a companhia analisou os produtos. Os interessados em comercializar itens na nova categoria devem responder um questionário e o portal decide se o vendedor responde aos critérios de sustentabilidade.

“Hoje é um nicho pequeno, mas acreditamos que o futuro passa pela sustentabilidade e queremos estar preparados para ter tudo que o cliente quer consumir”, esclareceu Rueff.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta