Transformando a experiência do consumidor através do omnichannel

690
O case da Cia Hering será um dos apresentados no painel
[tempo para leitura: 2 minutos]

A multicanalidade vem transformando a experiência do cliente e motivado transformações nas redes e franquias. A convergência dos pontos de venda impõe-se como um desafio. Quanto melhor integrados online e off-line estiverem, maiores as chances de se concretizarem as vendas e de ter a fidelização do cliente.

Em 2019, o 10º Fórum Internacional de Gestão de Redes de Franquias e Negócios traz a discussão “Omni franchising: A Transformação Digital e a Integração de Canais no Varejo e no Franchising”. Para isso, o evento convidou Jean Carlo Klaumann, VP de Digital & Omni Commerce na Linx, Newton Ribeiro, sócio-diretor do Grupo Uni.co (das marcas Imaginarium, Puket, Ludi e MinD), Guilherme Farinelli, diretor de Transformação digital da Cia Hering, e Camila Velzi, diretora comercial da Rappi.

“O maior desafio é certamente o desafio cultural. Algumas empresas se escondem atrás do desafio de operacionalizar e investir nesse processo – que são reais e importantes – mas na verdade a primeira barreira a ser quebrada é certamente o mindset da empresa que muitas vezes é tão forte e arraigado que impede a companhia de adotar novas posturas. Vencido essa barreira, há um trabalho forte que precisa ser feito de revisão de processos, para se identificar os pontos de integração possíveis e quais tecnologias devem ser adotadas para permitir que os canais se integrem de forma a ganhar eficiência e proporcionar uma experiência de consumo sem atritos”, explica Lyana Bittencourt, sócia-diretora da BITTENCOURT.

A Cia Hering avançou na integração entre vendas off e on-line. As 87 lojas próprias das marcas da companhia já possuem a ominicanalidade e todas as franqueadas devem estar operando neste modelo até o encerramento de 2019. O objetivo é melhorar a experiência de compra dos consumidores. Dentre os serviços e funcionalidades oferecidas estão como provadores inteligentes, totens para navegação no e-commerce, área de customização de camisetas e até ambientes “instagramáveis”.

Crescendo 30% ao mês no Brasil, a Rappi vem marcando posição para se firmar como um serviço de “entrega de tudo”. A startup já teve sua eficiência percebida pelo mercado e fechou parceria com marcas de diferentes segmentos como Carrefour, o grupo de shopping centers Sonae Sierra e aplicativo de comparação de preços dos voos Voopter. “O segredo é utilizar o conhecimento que temos dos nossos usuários. Nós sabemos o que eles pedem, que horas pedem e com que frequência pedem. Assim, conseguimos saber o que eles realmente gostam de consumir”, explica Camila Velzi.

O Grupo Uni.co tem as marcas Imaginarium, Ludi, MinD, Puket. A Imaginarium, por exemplo, consolidou-se como referência em presentes criativos e inovadores no mercado brasileiro, além de ser reconhecida nacional e internacionalmente por antecipar conceitos e tendências em eletrônicos, utilitários e presentes. A característica fundamental da marca é surpreender seus consumidores, lançando 400 novos itens por ano.

A Linx Digital lidera o segmento de tecnologia para o varejo, oferecendo integração do online e o offline do cliente com inteligência de gestão. O portfólio reúne ofertas para o varejo físico, varejo online e meios de pagamento, além de possibilitar a criação e gestão da integração de lojistas com marketplaces e com ‘super apps’, aplicativos que oferecem uma série de serviços em uma única plataforma.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta