Uniqlo comercializará roupas feitas de plástico reciclado

617
[tempo para leitura: 2 minutos]

A varejista de moda Uniqlo irá comercializar, em 2020, roupas confeccionadas a partir de garrafas de plástico recicladas. A empresa é a terceira maior varejista de moda do mundo, atrás apenas da Inditex, dona da Zara e da H&M, além de ser a maior da Ásia.

Para o desenvolvimento das peças, foram necessários dois anos de pesquisa em parceria com a Toray Industries, uma das principais fabricantes de tecidos de borracha para a indústria automobilística do mundo. “A Terra como um todo está enfrentando uma crise, e sem a Terra não podemos fazer negócios”, afirmou Tadashi Yanai, presidente da Uniqlo. As duas companhias são parceiras há 15 anos e já desenvolveram juntas jaquetas de tecido leve e camisas que não amassam.

O executivo explicou que as roupas serão feitas de fibras produzidas a partir de garrafas de polietileno tereftalato (PET) usadas. Uma das maiores dificuldades foi retirar impurezas para gerar um tecido confortável. De acordo com ele, os resultados foram surpreendentes, dando origem a tecidos de secagem rápida que gerarão, principalmente, camisetas.

Yanai acredita que os mais jovens serão os mais atraídos pelos novos produtos, já que são mais preocupados com questões relacionadas à sustentabilidade. “Consumidores europeus já são bem conscientes. Estou confiante que os novos produtos serão bem aceitos”, disse o presidente da empresa.

A Uniqlo já é conhecida por adotar práticas sustentáveis, como incentivar seus clientes a praticarem o consumo consciente e recolher jaquetas velhas para reciclar, além de ter eliminado sacolas plásticas, tendo lojas que utilizam água da chuva e energia solar.

O presidente da empresa disse que seu objetivo é transformar a Uniqlo na maior varejista de moda do mundo até 2020. A companhia vem conquistando, de fato, um grande crescimento. Possui 2 mil lojas em 19 países e um faturamento de US$ 15 bilhões.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta