Como construir uma cultura de alta performance no varejo

1360
[tempo para leitura: 3 minutos]

Quantas horas você já passou esse ano planejando e revendo a sua meta, tentando traçar a melhor estratégia para envolver a equipe e dar as diretrizes mais assertivas que vão fazer com que seus vendedores atinjam os valores preestabelecidos?

Uma coisa eu posso afirmar: de nada irá adiantar se você não tiver uma equipe 100% orientada para vendas, independente do nível hierárquico de cada um dos colaboradores. Se você está no varejo, não importa o seu segmento, você é uma empresa de vendas! Já parou pra pensar nisso?

Há muitos aspectos envolvidos no atingimento de uma meta. Você conseguirá alcançar seus objetivos combinando esses fatores:

1 – Desenvolver liderança e sentimento de dono em todos os níveis hierárquicos
Mais do que acordar todos os dias de manhã para cumprir horário, o colaborador precisa ter real noção da sua importância na empresa, cumprir com suas responsabilidades e sentir que fazer o negócio prosperar é também sua missão pessoal. Para isso, é preciso ter normas e procedimentos por escrito e responsabilizar as pessoas por suas atitudes.

2 – Aplicar treinamentos e desenvolver competências e habilidades profissionais
Não existe o colaborador perfeito. O que existe são os que estão mais preparados para exercer suas funções. Defina quais são as competências necessárias para cada um dos cargos e desenvolva a sua equipe em diferentes níveis. Ter uma equipe multidisciplinar e que se complemente é uma das peças fundamentais para fazer o seu negócio crescer de forma saudável. Afinal, as empresas são compostas de pessoas.

3 – Fornecer orientações para aumentar a produtividade
Trabalhar muito não quer dizer trabalhar com qualidade para gerar os resultados que você precisa. Líderes devem investir tempo em aprimorar suas habilidades de orientação e afinar seu olhar para as ações que vão gerar mais retorno para o negócio. Forneça feedback positivo sempre que possível e não tenha medo de aplicar o feedback corretivo sempre que necessário. Na maioria das vezes, o problema não é o que você fala, mas como você fala. Humanize-se!

4 – Promover o engajamento e o espírito de equipe
Há uma diferença bem grande entre vontade e engajamento. Se você observa que uma pessoa não tem vontade de trabalhar com você, não importa o tamanho do esforço que você faça; essa pessoa nunca será um colaborador comprometido. A motivação precisa vir de dentro. Entretanto, é fundamental que o líder conheça a sua equipe e saiba aproveitar os recursos que vão estimular o engajamento e o espírito de equipe.

Não existe uma receita de bolo. Trata-se de fazer as escolhas certas e, pode confiar, raramente o caminho é monetário. Está muito mais conectado com criar um ambiente agradável e que vai fornecer a segurança psicológica necessária para que as pessoas queiram se doar mais. E isso não tem nada a ver com paternalismo, mas como você conduz um relacionamento profissional e poderoso.

5 – Trabalhar o foco e a autodisciplina
A disciplina é extremamente amiga do resultado e não tem nada a ver com padrões rigorosamente impostos. Você precisa da disciplina para cumprir compromissos, desenvolver resiliência, saber insistir no que você sabe que dá certo e saber a hora de mudar de rota. Tudo isso só é possível quando você estabelece um tratado consigo mesmo e se compromete a cumprir com determinada tarefa.

Pessoas que não possuem foco no que estão fazendo tendem a desviar a atenção e perder o rumo até com as mínimas distrações. Quando isso é alinhado à falta de disciplina, corre-se o risco alto de se perder no caminho. Sem foco e autodisciplina, não se conquista alta produtividade.

Empresas que conseguem trabalhar esses soft skills atrelados ao desenvolvimento de seus resultados, sendo apoiados pelas ferramentas certas, tendem a alcançar e até superar as suas metas.

O líder precisa estar preparado e ciente de todas as iniciativas a serem adotadas com cada colaborador. Afinal, as pessoas são diferentes e um líder não chega a lugar algum sozinho.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta