Confiança dos empresários cresce com alta do consumo

669
[tempo para leitura: 2 minutos]

O Índice de Consumo das Famílias (ICF), apurado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomércioSP) teve o segundo mês consecutivo de alta em setembro, de 2,7%. Este dado influenciou o aumento da confiança do empresário, que cresceu 5% após cinco quedas seguidas.

Os empreendedores também estão com maior intenção de realizar investimentos e contratar. O Índice de Expansão do Comércio (IEC) subiu 6,9%, depois de três baixas nos meses anteriores.

Para a FecomercioSP, o panorama econômico apontou melhoras em setembro devido à entrada de mais dinheiro no mercado, após o pagamento da primeira parcela do 13º para os aposentados e a liberação de recursos do PIS/FGTS. Além disso, o desemprego caiu, a inflação está controlada e os juros caíram.

Com os juros em queda, as instituições financeiras tendem a facilitar ligeiramente a obtenção de crédito para o consumidor, o que mesmo acontecendo de forma lenta, impulsiona a alta da confiança das famílias e dos empresários, com mais dinheiro em circulação para quitação de dívidas e aquisição de mercadorias.

Contudo, a Federação recomenda que os comerciantes ainda não alterem os preços dos produtos e mantenham a estratégia de liquidações do primeiro semestre, pois parte desse recurso que foi injetado na economia será utilizado para o pagamento de dívidas e a capacidade de consumo ainda está limitada.

O Índice de Consumo das Famílias (ICF) aumentou 2,7% em setembro, passando de 93,5 pontos em agosto para os atuais 96 pontos. Em relação ao mesmo período do ano passado, registrou alta de 9,7%.

Dos sete itens analisados, todos registraram alta na passagem de agosto para setembro, com destaque para momento para duráveis (4,8%) e acesso ao crédito (3,9%). Porém, mesmo com esses avanços, encontram-se abaixo dos 100 pontos.

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) registrou alta de 5% em setembro, chegando a 115,3 pontos, ante os 109,8 pontos de agosto. Na comparação com setembro de 2018, a elevação foi de 13,2%.

O Índice de Expansão do Comércio (IEC) se recuperou em setembro e aumentou 6,9%, passando de 98,8 pontos em agosto para os atuais 105,6 pontos. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a alta foi de 12,2%. Os dois quesitos do IEC subiram na passagem de agosto para setembro: a propensão do empresário a investir (7,9%) e a expectativa de novas contratações (6,3%).

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta