Apple Pay supera aplicativo da Starbucks em popularidade

477
[tempo para leitura: 2 minutos]

O Apple Pay deverá ultrapassar o aplicativo da rede de cafeterias Starbucks em termos de popularidade este ano. O app da Apple terá 30,3 milhões de usuários nos EUA até o final de 2019, em comparação com os 25,2 milhões do aplicativo da Starbucks, estimou a empresa de pesquisa eMarketer.

O Apple Pay também será mais popular que outros métodos de pagamento no ponto de venda (POS), como o Google Pay, que possui 12,1 milhões de usuários, e o Samsung Pay, com 10,8 milhões de usuários. Os serviços de pagamento estão crescendo com a adoção mais ampla de sistemas nas lojas que funcionam com segurança com os chips de comunicação de campo próximo (NFC) em smartphones.

Os pagamentos móveis por proximidade, como também são chamados os pagamentos sem contato, mais que dobrarão seu mercado, passando dos US$ 98,9 bilhões nos EUA este ano para US$ 220 bilhões em 2023. O número de pessoas que usam smartphones para efetuar pagamentos nas lojas crescerá 9,1% este ano, chegando a 64 milhões, ou 30% de todos os usuários de smartphones nos EUA, prevê o eMarketer.

Os consumidores dos EUA demoraram a adotar pagamentos móveis sem contato em comparação com outras regiões, como áreas urbanas da China. Porém, de acordo com a pesquisa, a utilização está aumentando à medida que mais lojas adicionam a tecnologia aos seus sistemas de pagamento.

Ao contrário da China, os EUA por anos construíram a infraestrutura para lidar com pagamentos com cartão de crédito e débito, tornando-os uma alternativa fácil para dinheiro e cheques. No entanto, jovens adultos que cresceram com smartphones têm mais experiência em tecnologia e se mostram mais dispostos a usar dispositivos móveis para pagamentos, impulsionando a popularidade de aplicativos como o Venmo do PayPal, que tinha 40 milhões de usuários no primeiro trimestre.

A Starbucks foi pioneira na implementação de métodos de pagamento sem contato para seus clientes nos EUA, oferecendo a milhões de pessoas sua primeira experiência com pagamentos na loja. O Starbucks Pay ainda está crescendo fortemente, demonstrando que as redes de lojas podem configurar com sucesso um sistema de pagamento próprio que lhes oferece mais controle sobre os dados de compra. O Walmart também criou um aplicativo de pagamentos integrado à loja e à realização de pedidos online para entrega e retirada.

O Apple Pay foi lançado há cinco anos, quando os pagamentos sem contato representavam cerca de 19% de todas as vendas no varejo e enfrentavam desafios para impulsionar a adoção entre consumidores e varejistas. A tecnologia está chegando a um ponto de virada, e espera-se que esteja disponível em 70% dos varejistas dos EUA até o final deste ano. Isso deve ajudar a empresa a expandir seus negócios de pagamentos, especialmente após o recente lançamento do seu Apple Card em parceria com a Goldman Sachs.

Com informações do site Retail Dive
*Imagem reprodução

Deixe uma resposta