Vendas do Mercado Livre crescem no terceiro trimestre

1325
[tempo para leitura: 3 minutos]

O Mercado Livre apresentou um crescimento de receita de 69,7% em dólar no terceiro trimestre de 2019, finalizado em 30 de setembro. A receita líquida atingiu US$ 603 milhões, o que representa um avanço de 90,5% em moeda constante. Apenas a operação brasileira da empresa foi responsável por 65% da receita líquida total tendo alcançado US$ 389 milhões, um crescimento de 76,6% em dólar e de 77,3% em real, na comparação ano a ano.

“Seguimos conquistando avanços significativos em nossas principais iniciativas estratégicas com marcos importantes neste trimestre, tanto em FinTech quanto no campo da logística, sustentando também nossos avanços em marketplace”, disse Stelleo Tolda, COO e vice-presidente executivo do Mercado Livre para a América Latina.

O lucro bruto do Mercado Livre foi de US$ 284,3 milhões com margem de 47,2%, em o que representa uma pequena queda na comparação com 2018, quando a margem era de 47,8%. A perda líquida antes dos impostos de US$ 66,9 milhões no trimestre, versus a perda de US$ 10,3 milhões registrada no mesmo período do ano passado, deu-se em grande parte em função do incremento nos investimento de marketing para as marcas do Mercado Livre e Mercado Pago.

As receitas do marketplace aumentaram 70,9% ano a ano em dólar e 123,9%, em moeda constante, enquanto as receitas não relacionadas ao marketplace tiveram um crescimento de 68,6% em relação ao ano anterior em dólar e 120,8% em moeda constante.

As movimentações do Mercado Pago cresceram 118,5% em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando 227 milhões de transações no trimestre. O volume total de pagamentos com a plataforma alcançou US$ 7,6 bilhões, um aumento ano a ano de 66,2% em dólar e 94,5% em moeda corrente. O total de transações cresceu

O Mercado Pago seguiu avançando na execução de pagamentos fora da plataforma  do Mercado Livre, por meio de serviços de pagamentos online, maquininhas de cartão e carteira digital. Em uma base consolidada, o volume total de pagamentos fora da plataforma cresceu 140,4% em dólar e 189,6% em real em relação ao ano anterior.

O volume total de pagamentos fora do Mercado Livre alcançou quase US$ 4 bilhões em transações e 158,3 milhões de pagamentos, superando pela primeira vez em um trimestre o valor movimentado dentro da plataforma.

O negócio de maquininhas continua sendo um dos que mais cresce fora das unidades de negócios de marketplace. Em uma base consolidada, o volume total de pagamentos cresceu 141,2% em real em relação ao terceiro trimestre de 2018.

A carteira digital do Mercado Pago alcançou quase US$ 1 bilhão de TPV em uma base consolidada, enquanto a base de usuários da carteira cresceu 34,9%, em comparação com o segundo trimestre, somando 6,1 milhões de pagadores ativos no período. O volume total de pagamentos da carteira digital seguiu crescendo três dígitos no Brasil, Argentina e México na comparação com o mesmo trimestre do ano passado.

O volume de vendas do marketplace  voltou a crescer, alcançando US$ 3,6 bilhões. Esse número representa alta de 21,6% em dólar e 36,8% em moeda constante em relação ao ano anterior. O GMV da operação brasileira avançou 24% em reais.

Foram vendidos na plataforma 98 milhões de itens, alta de 17,3% em relação ao terceiro trimestre de 2018, o que equivale a aproximadamente quase 1 milhão de produtos vendidos por dia na plataforma. Apenas os itens enviados através do Mercado Envios, o serviço de entrega do Mercado Livre, atingiram 81,2 milhões, um aumento de 47,5% em relação ao ano anterior, impulsionado principalmente pela evolução do programa de frete grátis.

A quantidade de compradores únicos continua a acelerar com crescimento de 25,7% no terceiro trimestre, contra 20,8% no segundo trimestre de 2019.  O volume de vendas via dispositivos móveis cresceu 32,4% em moeda constante, atingindo 65,4% do GMV no último trimestre.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta