Rede CVS tem crescimento acima das expectativas

1004
[tempo para leitura: < 1 minuto]

A rede de drogarias e serviços de saúde CVS apresentou um crescimento em seu lucro líquido de 10% no terceiro trimestre de 2019, chegando a US$ 1,53 bilhão, ou US$ 1,17 por ação. No mesmo período do ano passado, o lucro líquido havia ficado em US$ 1,39 bilhão. O lucro por ação ajustado é de US$ 1,84, superando facilmente as estimativas dos analistas de US$ 1,77.

A empresa também divulgou que fechará 22 farmácias com “baixo desempenho” no início do próximo ano. Estes fechamentos complementam as 46 lojas fechadas pela CVS no início deste ano.

“Acreditamos que essas decisões aprimorarão nosso desempenho em longo prazo”, disse a CFO Eva Boratto a analistas. “Nossa presença no setor imobiliário permaneceu muito produtiva e procuraremos oportunidades para melhorar ainda mais o desempenho de nosso portfólio”.

A receita total cresceu de US$ 47,49 bilhões para US$ 64,81 bilhões, superando as estimativas de US$ 62,99 bilhões. As receitas no segmento de varejo aumentaram 2,9%, impulsionadas pelo aumento do volume de prescrição e inflação dos preços dos medicamentos de marca. As vendas mesmas lojas cresceram 3,6%

“Nossos resultados do terceiro trimestre se baseiam no momento positivo que vimos em toda a empresa desde o início do ano”, disse o CEO Larry Merlo. “Todos os nossos principais negócios tiveram desempenho alinhado com ou acima das expectativas, refletindo uma forte execução operacional. Como resultado, entregamos um forte crescimento e geramos um fluxo de caixa robusto, o que nos permitiu continuar entregando e devolvendo capital aos nossos acionistas.”

A empresa elevou seu intervalo de orientação de EPS ajustado de US$ 6,97 para US$ 7,05, de US$ 6,89 para US$ 7.

Com informações do site Chain Store Age
*Imagem reprodução

Deixe uma resposta