Alibaba vende mais de US$ 38 bilhões na 11ª edição do Single’s Day

1691
[tempo para leitura: 3 minutos]

O mundo acabou de acompanhar a 11ª edição do Single’s Day (Dia do Solteiro), também chamado Global Shopping Festival, e a gigante chinesa do varejo Alibaba bateu recordes. As vendas da companhia somaram mais de US$ 38 bilhões ou 268 bilhões de RMB.

Apenas na primeira hora da data de vendas, o Alibaba vendeu US$ 13 bilhões, o equivalente a todo e-commerce do Brasil em 2019 e 32% a mais do que a primeira hora da edição de 2018. Em nove horas, o resultado já era de US$ 23 bilhões. Em dois dias, o Alibaba vai entregar o equivalente a quatro vezes o volume de entrega dos correios brasileiros em um ano.

A data foi criada como o oposto do Dia dos Namorados e se tornou o maior evento de vendas do mundo, ultrapassando a Black Friday e a Cyber Monday dos Estados Unidos. Em sua 11ª edição, o evento tem como foco o “novo consumo”, “novos negócios” e contribuir para uma sociedade mais verde.

“Nosso objetivo é estimular a demanda de consumo e apoiar a atualização do estilo de vida na China por meio de novas marcas e produtos. Permitiremos que os comerciantes na China e em todo o mundo ampliem seus negócios por meio de inovação de produtos orientada a dados e informações do consumidor, além de alavancar nossa tecnologia de recomendação e o envolvimento do usuário orientado a conteúdo para encantar os consumidores nas cidades costeiras urbanas e áreas menos desenvolvidas China”, disse Fan Jiang, presidente da Taobao e Tmall.

O Global Shopping Festival explora uma cadeia de suprimentos global para atender à crescente demanda dos consumidores chineses por novas marcas e novos produtos. Mais de 200 mil marcas estão participando, um milhão de novos produtos estão em oferta e mais de 500 milhões de usuários devem participar do festival deste ano – cerca de 100 milhões a mais que no ano passado. A economia estimada do consumidor com promoções e cupons de marca e plataforma é de cerca de 50 bilhões de RMB.

Além de evento de vendas, o Global Shopping Festival é um enorme espetáculo. A abertura desta edição foi feita com um show de duas horas, transmitido ao vivo online, com apresentações de celebridades, como a cantora pop americana Taylow Swift e o chinês Jackson Yee. Pela primeira vez, o Alibaba realizou um evento kickoff simultâneo na cidade de Harbin, nordeste do país, enfatizando seu foco em atender consumidores e empresas nos mercados menos desenvolvidos da China.

Esta edição também contou com uma mudança de local. O Alibaba realizou as cinco últimas edições longe de sua sede em Hangzhou e, este ano, traz as celebrações de volta para a sede da empresa em Xixi.

O show utilizou a tecnologia “Veja agora, compre agora” e novos produtos estarão imediatamente disponíveis para encomenda na pré-venda pela primeira vez. As categorias de maior destaque desta edição foram bens de consumo e eletrônicos, além de roupas e acessórios.

Para se preparar para o evento, milhares de comerciantes fizeram o upgrade do aplicativo Tmall para a versão Tmall Flagship Store 2.0. A versão 2.0 oferece novos recursos e ferramentas que permitem que as marcas se envolvam mais com seus clientes por meio de conteúdo interativo, proporcionando uma experiência omnichannel.

A atualização oferece às marcas a capacidade de personalizar sua loja principal para oferecer uma experiência imersiva aos consumidores. Ele personaliza as promoções de conteúdo e produto para diferentes tipos de clientes com base em seus perfis.

No último trimestre, mais de 70% dos novos consumidores ativos anuais da Alibaba vieram de cidades menores. “O sucesso de nosso foco em mercados menos desenvolvidos na China se reflete no crescimento de novas aquisições de clientes”, disse Chris Tung, CMO do Alibaba Group. “Estamos igualmente empenhados em ajudar as empresas e fábricas locais a se digitalizarem, o que melhora sua eficiência operacional e capacidade de interagir com clientes em todo o país”.

Mais de 22 mil marcas internacionais de 78 países e regiões participaram do Global Shopping Festival deste ano no Tmall Global, o marketplace cross-border do Alibaba, fornecendo uma ampla seleção internacional de produtos para os consumidores. Esta também foi a primeira edição em que o AliExpress permitiu a participação de comerciantes locais da Rússia, Espanha, Itália e Turquia.

Esta foi a primeira edição do evento sem o cofundador do Alibaba Jack Ma, que deixou a presidência do ecossistema em setembro. O evento também acontece em um momento crucial para a empresa, que pretende arrecadar até US$ 15 bilhões por meio da venda de ações em Hong Kong este mês.

Mas outras empresas também participaram do evento, acirrando a concorrência. Plataformas menores, incluindo JD.com Inc. e Pinduoduo Inc. entraram no jogo. Elas estão brigando pelos compradores, especialmente aqueles em áreas rurais relativamente inexploradas. A estratégia é apostar em descontos agressivos.

“No geral, acreditamos que este ano provavelmente verá um período de Single’s Day mais competitivo”, disse Ella Ji, analista da China Renaissance Holdings Ltd.,. “Prevemos que cada plataforma gastará mais em subsídios”.

Com informações dos sites Business Insider e Japan Times
* Imagem reprodução

Deixe uma resposta