Como gerar melhores resultados na Black Friday

1820
[tempo para leitura: 3 minutos]

Uma data inspirada no varejo americano e que ainda gera muitos questionamentos e posicionamentos para os varejistas brasileiros, especialmente quando o assunto é definir a estratégia da marca para a campanha. Como fazer uma Black Friday que seja um sucesso, mas que não acabe com as vendas de Natal – período de extrema relevância e importância quando o tema é “vendas no varejo”?  A resposta para você conseguir resultados melhores, independente da estratégia eleita, é muito simples: fazer com que a estratégia da marca seja aplicada no salão de vendas por meio da equipe de vendas durante o atendimento ao cliente, seguindo essas três dicas especiais que vou te contar agora!

Dica de Black # 1 – Saiba atender mais de um cliente ao mesmo tempo

Pesquisas apontam que brasileiros gostam de pesquisar preço antes de tomar uma decisão de compra, especialmente em épocas sazonais e de campanhas, como no caso da Black Friday. Parte dessa dinâmica de pesquisa e o objetivo da Black Friday é intensificar o fluxo da sua loja, aumentando assim as chances para converter vendas. Se o cliente já tomou a decisão de entrar na sua loja, seja para pesquisar preço ou efetivamente comprar, esteja preparado para atender mais de um cliente ao mesmo tempo.

O bom vendedor é aquele que não se intimida com o fluxo intenso, que consegue dar um atendimento de excelência para quantos clientes for necessário e ao mesmo tempo! Uma boa iniciativa é agregar as pessoas. Quem nunca, em posição de cliente, começou a bater papo com outro cliente da loja, simplesmente porque gostaram do mesmo item? Isso já é suficiente para iniciar uma conversa em grupo e tornar o seu atendimento ainda mais personalizado e especial. Aproveite todas as oportunidades!

Dica de Black # 2 – Demonstrar o item de atração e ao menos mais um

O cliente provavelmente foi estimulado a entrar na sua loja por causa de um item específico, seja por um preço atrativo ou por algo que ele já desejava e que esperou a Black Friday para comprar. O vendedor, como bom especialista nos produtos e serviços que comercializa e com a intenção de prestar um atendimento completo ao cliente, deve entender as necessidades apresentadas e oferecer uma solução completa. Ou seja, ao conversar com os clientes, entenda o motivo pelo qual ele procura ou deseja aquele item específico e traga outros que irão completar a sua experiência.

Esse item complementar pode muito bem ser da nova coleção ou ter um valor agregado maior do que o item principal, ofertado na Black Friday. O vendedor que toma esse tipo de atitude demonstra ao cliente que realmente se importa com o que ele está solicitando. Lembre-se de que varejo é, antes de tudo, um negócio de gente para gente.

Dica de Black # 3 – Gerar valor para a marca e estreitar relacionamento

Durante a Black Friday a concorrência pode até aumentar, mas se o cliente escolheu comprar na sua loja significa que você fez um bom trabalho e que ele já possui algum relacionamento com a marca ou com a sua loja. Aproveite essa oportunidade para surpreendê-lo e estreitar o seu relacionamento. A Black é uma oportunidade no ano para que você se torne prioridade na escolha de compra do seu cliente nos próximos 365 dias. O que você planeja fazer de diferente durante o seu atendimento para gerar esse vínculo?

Essa ação vai muito além de brindes e promoções. Ela está estritamente ligada a comportamento, escolha das palavras certas, contar as histórias que fazem a sua marca ser única e definição de um modelo de atendimento poderoso para a marca, criando uma aproximação profunda e verdadeira com os seus clientes.

Diga agora se você está preparado para a Black Friday desse ano! Suas estratégias estão alinhadas com o que acontece no seu salão de vendas?

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta