Esporte brasileiro ainda tem muito a evoluir na criação de experiências

819
[tempo para leitura: 3 minutos]

Ir ao estádio e assistir um jogo. Ou acompanhar a partida pela televisão. Quem acha que isso é experiência esportiva está muito enganado. O fã quer muito mais. Ele deseja ver notícias em tempo real sobre o seu esporte e time favoritos, interagir nas redes sociais com um atleta, entre outras coisas. Infelizmente, porém, no Brasil ainda predomina a antiga visão das coisas.

“No Brasil de modo geral são trabalhados apenas a cobertura midiática e a partida em si como experiência para os fãs. Não são criados personagens, não abrem o conteúdo de forma ampla para outras frentes, principalmente os grandes eventos mobilizadores”, afirma Duda Magalhães, sócio e presidente da Dream Factory.

O especialista acredita que em outros países, como os Estados Unidos, as ações voltadas para a experiência do fã já são muito mais desenvolvidas pelas ligas e clubes. “Levando em conta esportes mais populares como Futebol, Basquete, NFL/Super Bowl, que possuem grandes entregas de experiências, sentimos que ainda estamos atrás do que é realizado no exterior. As experiências lá fora são muito mais integradas desde a transmissão até a partida em si. Existe um grande foco em conteúdo multi plataforma, muitas matérias em canais proprietários, por exemplo, para criar engajamento dos fãs com o esporte e com os próprios atletas”, conta Magalhães.

Ele acredita que o esporte brasileiro tem grande potencial para trabalhar a experiência do fã de forma semelhante ao que já é feito na Europa e nos Estados Unidos. “Temos grande potencial para trabalhar o que é feito nos EUA e Europa com a UEFA e NFL, por exemplo, mas hoje ainda não é feito de forma intensa este trabalho de engajamento com os fãs. Os clubes e associações estão se vendo cada vez mais como marcas poderosas e investindo em novos pontos de contato com o público”, explica o sócio da Dream Factory.

Além disso, tem crescido no Brasil os chamados FANDOMS, que são fã de clubes de modalidades esportivas menos populares no Brasil. Magalhães acredita que eles “impulsionam a prática e visibilidade de esportes que não estão nas vitrines”. Estes clubes permitem que as ligas e clubes conversem diretamente com o seu público. “É a segmentação de públicos atingindo novos níveis a partir do esporte”, resume o especialista.

Um exemplo de ação de engajamento é realizada pela Dream Factory para a Maratona do Rio. A empresa criou uma plataforma com conteúdo focado nas comunidades e personagens ligados à competição. Além disso, há ainda a alimentação de canais proprietários e licenciamento de produtos. “Nosso objetivo é impactar cada tipo de corredor de forma relevante entendendo que cada perfil, tem a sua própria jornada”, esclarece Magalhães.

A experiência do fã será abordada no painel “Experiência do fã. Cases de sucesso do esporte brasileiro”, que será realizado em 5 de dezembro, durante o Summit Sportab. Além de Duda Magalhães, estará presente Álvaro Cotta, diretor de Marketing da Liga Nacional de Basquete – NBB.

O evento acontecerá no Hotel Maksoud Plaza, em São Paulo, e contará com a presença dos principais líderes e executivos do esporte brasileiro para colocar em pauta os novos caminhos para a gestão e governança do esporte brasileiro. O encontro é realizado pela Sportlab, nova integrante do ecossistema do Grupo GS& Gouvêa de Souza, em parceria com a associação SOU DO ESPORTE.

SUMMIT SPORTLAB e o V PRÊMIO SOU DO ESPORTE contam com o patrocínio do SPORTV, FACEBOOK, IMM ESPORTE E ENTRETENIMENTODEMAREST ADVOGADOS e UNIVERSIDADE ESTÁCIO. Tem como apoiadores institucionais o COMITÊ OLÍMPICO DO BRASILCOMITÊ PARALÍMPICO BRASILEIRO, NBB, CBV, WSLUFC, BST, BRAND BOLA,  TORCEDORES.COMABRAGESPINSTITUTO AYRTON SENNAGLOBOGLOBOESPORTE.COMINSTITUTO COMPARTILHAR, LIDE ESPORTES, CBB, IBOPE REPUCOMEYSPORTS NETWORK, entre outros.

SERVIÇO – SUMMIT SPORTLAB
Data: 5 de dezembro
Horário: 8h às 20h
Local: Hotel Maksoud Plaza – São Paulo, SP
Website: http://esportebrasil.net.br/
Sympla (+ transmissão ao vivo): https://www.sympla.com.br/esporte-brasil-summit-sportlab–v-premio-sou-do-esporte__683193

*Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui