Média de descontos desta Black Friday chegou a 42,59%

71
[tempo para leitura: 2 minutos]

A Black Friday, que foi criada nos Estados Unidos, entrou para o calendário nacional e já faz um grande sucesso. O evento de compras é uma grande oportunidade, principalmente para o varejo digital, que já possui 930 mil lojas. De acordo com a Webshoppers, a data é uma das mais importantes para o comércio, junto com Natal e Dia das Mães.

De acordo com levantamento realizado anualmente desde 2015 pelo PayPal, os preços estão se tornando mais atraentes a cada ano. Este ano, o desconto médio foi de 42,59%. Em 2018, esse índice foi de 26,7%; e, em 2017, chegou a 43%. Em 2018, as ofertas mais agressivas chegaram a 63% de desconto. A progressiva recuperação econômica colaborou para os ótimos resultados da data.

A pesquisa foi realizada pela plataforma de dados Big Data Corp., a pedido do PayPal, por meio do monitoramento de e-commerces de todo o país durante o período das quatro semanas que antecederam a Black Friday, que, este ano, aconteceu no dia 29 de novembro.

Segundo o levantamento, mais de 70,45% dos e-commerces brasileiros já havia aderido às promoções online quatro semanas antes da Black Friday. Na própria data, entre os maiores e-commerces que possuem mais de 500 mil acessos por mês, o desconto médio foi de 55,79%. Entre os demais e-commerces, as ofertas chegaram a mais de 36,83%.

As ofertas estiveram bem abaixo dos preços normais, dando para os consumidores a possibilidade de antecipar algumas compras de Natal. Duas semanas antes da Black Friday, os descontos deste ano ficaram em 10,58%, contra 3,9% no ano passado e 12% em 2017. Uma semana antes da data, os descontos subiram para 22,36% este ano, contra 9,6% em 2018 e 12,3% em 2017.

As categorias em que foram registrados os maiores descontos foram livros, músicas e filmes, com média de descontos de 61,32%; brinquedos, com 51,32%; eletrônicos, com 49,78%; roupas e acessórios, 33,77% e cosméticos, com 21,12%.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta