Natal: data deve ter o maior crescimento dos últimos seis anos

939
[tempo para leitura: < 1 minuto]

O Natal é a data mais importante para o varejo, sendo uma oportunidade para os comerciantes aumentarem as vendas e alavancarem os resultados do ano. A estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) é arrecadar R$ 35,9 bilhões, o que representa um crescimento de 4,8% em relação ao ano passado. Com isso, o varejo brasileiro prevê o maior crescimento de vendas dos últimos seis anos para o período.

As razões para as boas expectativas incluem a inflação estável em baixo patamar, maior acesso e prazos de crédito para o consumidor, liberação de R$ 42 bilhões do FGTS em parcelas individuais de até R$ 500 e R$ 2 bilhões em recursos do PIS/Pasep, além da leve melhora no mercado de trabalho.

O levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) segue as mesmas tendências. De acordo com pesquisa realizada com 1,1 mil varejistas, 58% acreditam que as vendas deste fim de ano vão crescer em comparação com 2018. O aumento esperado é de 17%.

Diante deste cenário, alguns shoppings centers de São Paulo vem investindo, junto com seus lojistas e parceiros, em estratégias que atraiam e fidelizem os clientes, com o objetivo de gerar para a data um maior fluxo de visitantes e, consequentemente, vendas. Entre as principais ações estão sorteios, promoções e distribuições de brindes.

* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui