Calçados Bibi planeja abrir dez lojas fora do Brasil ainda este ano

643
[tempo para leitura: 2 minutos]

A Calçados Bibi fechou o ano de 2019 com 123 lojas, sendo oito unidades internacionais e 21 lojas próprias, incluindo o e-commerce. A marca registrou um aumento de 14% no faturamento da rede de franquias, além de implantar 18 novas operações, sendo dez lojas e oito quiosques. O ano de 2019 também marcou o início da expansão internacional na Romênia e no Equador.

Confirmando o sucesso das franquias no Peru, a Bibi implantou novas lojas em diferentes shoppings centers do País. Para 2020, a marca planeja abrir 51 novas unidades, sendo 10 delas fora do Brasil.

Segundo informações da Associação Brasileira de Franchising (ABF), um movimento que continua em alta é o de internacionalização das marcas brasileiras. Um estudo já consolidado de 2019 mostra que há 163 redes nacionais com operações em 107 países diferentes. Além disso, o segmento de Moda é o mais representativo, com 35 marcas, sendo a Bibi uma delas.

“Com as variações positivas de 2018 em relação a 2019 quanto à questão da internacionalização, daremos sequência ao plano de expansão da marca fora do Brasil. Após abrir unidades no Peru, Bolívia, Equador e Romênia, iremos fortificar a presença da Bibi nestes países e também ingressar em outros, com foco grande na América Latina”, ressalta a presidente da Calçados Bibi, Andrea Kohlrausch.

A rede visa implantação de novas lojas nas cinco regiões do País, com uma visão focada em cidades localizadas no interior do Brasil. Das 51 novas operações esperadas para o ano de 2020, 41 estão previstas para abertura em território nacional. Assim, o principal objetivo da empresa é levar o propósito da Bibi aos consumidores, por meio de produtos, comunicação, experiência e inovação.

Vale ressaltar que a Calçados Bibi exporta desde 1970, com marca e design próprio, para mais de 70 países, como Estados Unidos, Inglaterra, Japão, Hong Kong, China, Índia, Emirados Árabes, Argentina, Peru, entre outros, via exportação direta a lojistas multimarcas, virtuais ou distribuidores, dependendo do País.

“Em 2019 completamos 70 anos de história e vamos continuar investindo constantemente em inovação, que é uma premissa básica e que está no DNA da empresa. Neste mesmo ano, registramos um crescimento de 8% na indústria. Estamos otimistas para o ano de 2020 tanto no mercado nacional quanto no internacional. Dessa forma, a expectativa de crescimento na rede de franquias é de 25%, e na indústria superior a 10%. Ainda para 2020, a produção fabril deve acompanhar o crescimento da indústria, sendo em torno de 10%, o equivalente a 2,2 milhões pares de calçados fabricados por ano”, revela Kohlrausch.

Ao final de 2019, a Bibi finalizou um importante projeto em parceria com a PUCRS para avaliar os calçados fisiológicos da marca. Após dois anos de levantamento e a avaliação do caminhar em mais de 50 crianças, a pesquisa evidencia que andar com um calçado da Bibi é como se as crianças andassem descalças. Entre os diferenciais dos exclusivos modelos fisiológicos, a marca sempre preza pelo conforto, durabilidade e proteção não tóxica, já que a empresa atua apenas com fornecedores homologados que trabalham com matérias-primas que atendem este padrão.

Os produtos, em grande parte produzidos em couro, deixam o pé transpirar, são leves e resistentes, além de serem fáceis de calçar. Para crescerem saudáveis, os pezinhos precisam se desenvolver livremente e, graças a este estudo, isso foi testado e comprovado cientificamente.

* Imagem divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui