Semana do Consumidor: clientes esperam mais benefícios do que descontos

1425
[tempo para leitura: 2 minutos]

De acordo com um estudo realizado pela Ebit Nielsen, especializada em mensurar e-commerces, no ano passado, a intenção de compra na Semana do Consumidor, que acontece em março, cresceu 18% em relação ao ano anterior.

A pesquisa revelou que as buscas pela semana no Google, que começa no dia 15 de março, cresceram 113%.

Para a consultora e diretora da CasaClube, Luciana Locchi, esse crescimento não é por acaso, já que as empresas de e-commerce e varejo estão cada vez mais voltadas para a semana e devem dar um start mais forte nas vendas a partir do Carnaval.

No entanto, a especialista alerta que é preciso ter alguns cuidados com as estratégias.

“A Semana do Consumidor foi criada para valorizar e comemorar os direitos do comprador e não apenas para fomentar o número de vendas do mercado brasileiro. É fundamental que as empresas aproveitem essa oportunidade para fortalecer o relacionamento com os clientes, reforçando a concordância com os direitos e o respeito com os consumidores”, diz.

Segundo a especialista, apenas abaixar os preços nesta semana, não é a solução. Nas palavras de Locchi, o cliente quer mais e quer ser lembrado.

Portanto, oferecer outros tipos de serviço e conhecer bem o perfil do consumidor que a marca atende, pode auxiliar na realização de ações mais efetivas e, por consequência, gerar mais engajamento nas vendas.

Em conformidade com o  relatório “Dia do Consumidor 2020”, elaborado pelo Google, 53% dos consumidores que devem comprar na semana procuram por frete grátis, 15% preferem condições especiais de pagamento, 12% optam por pontos extras em programas de fidelidade e os outros 20% priorizam ofertas como cashback, seguro/garantia estendida gratuita e descontos em serviços de assinatura.

Para a consultora, a busca por outros tipos de privilégios na Semana do Consumidor deve-se também a falta de credibilidade que a Black Friday possui no país, que  faz a clientela não enxergar o desconto como um benefício.

“Diferente do Black Friday, a Semana do Consumidor deve servir para reforçar o laço da marca com o cliente. Mostrar que a empresa preza os valores e os direitos do consumidor, é um ponto chave. Se a empresa quer se favorecer dessa ocasião e potencializar as vendas, ela pode fazer um planejamento, criar uma campanha, se certificar que todos os colaboradores estejam alinhados com a ação e, principalmente, cultivar um bom relacionamento com o cliente”, comenta Luciana.

De acordo com o relatório efetuado pelo Google, a expectativa para a Semana do Consumidor em 2020 é um bom aproveitamento da data.

O estudo sustentou que a confiança do consumidor está maior esse ano e que tal otimismo ocasionou o aumento da intenção de compra para o primeiro trimestre.

* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui