7 em cada 10 lojistas preferem funcionamento do varejo em horário especial

170
varejo
[tempo para leitura: < 1 minuto]

Dados da pesquisa realizada pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo (FCDLESP) mostram que sete em cada dez lojistas preferem o varejo funcionando em horário especial por conta do coronavírus.

Há ainda uma parcela (38,5%) que defende um horário específico para o grupo de risco. 27% são da opinião de que a abertura do varejo deveria funcionar em tempo reduzido ou escalonado, enquanto outros 23% dos empresários preferem pela abertura total das empresas.

Um grupo menor, composto por 7,5%, defende a manutenção da quarentena.

“O posicionamento dos lojistas representa a ausência de políticas públicas para manter o funcionamento dos negócios, no que diz principalmente a preservar os empregos”, explica Maurício Stainoff, presidente da FCDLESP.

A pesquisa foi realizada com as principais CDLs (Câmara de Dirigentes Lojistas) do estado de São Paulo, o que inclui a região metropolitana, o litoral e o interior.

* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui