iFood anuncia novo fundo solidário com foco nos grupos de risco do COVID-19

1460
[tempo para leitura: 3 minutos]

O iFood anuncia três novas ações voltadas para proteger a saúde, bem-estar e segurança dos entregadores. Na primeira quinzena de março, a plataforma já havia divulgado a criação de um fundo solidário de R$ 1 milhão para apoio a entregadores que precisem permanecer em quarentena por conta do COVID-19.

Agora, as iniciativas têm como propósito ampliar o cuidado da empresa com esses parceiros independentes ante o cenário de expansão do vírus em todo o país.

Um novo Fundo solidário voltado exclusivamente para grupos de risco¹

A empresa tomou medidas para atender a necessidade de grupos de risco em permanecer em isolamento. Por isso, criou um novo fundo solidário, no valor de R$ 1 M para a proteção de todos os entregadores com mais de 65 anos ou em condições de risco, como doenças pulmonares, doenças cardíacas, imunossupressão (inclui HIV), obesidade mórbida (IMC > 40), diabetes descompensada, insuficiência renal crônica e cirrose.

Os entregadores com mais de 65 anos terão a conta automaticamente inativada durante 30 dias e receberão do fundo um valor baseado na média dos seus repasses nos últimos 30 dias. Os demais grupos de risco deverão entrar em contato via Portal do Entregador para solicitar o acesso aos valores do fundo, mediante comprovação das condições pré-existentes.

Esta nova ação junta-se a outro fundo, também de 1 milhão de reais, anunciado dia 13 de março mas voltado para entregadores com sintomas ou infectados por COVID-19. Neste caso os entregadores recebem valor do fundo solidário durante um período de 14 dias de quarentena.

Visando assegurar o próprio entregador e a sociedade, o iFood inativa a conta do parceiro em quarentena durante este período. No total, serão R$ 2 milhões destinados aos fundos a entregadores parceiros.

Plano de serviços de saúde

O iFood divulga ainda parceria com a AVUS para a disponibilização gratuita de um plano de vantagens em serviços de saúde para todos os 140 mil profissionais de entrega que utilizam a sua plataforma.

Dessa forma, os entregadores passam a ter acesso a uma rede credenciada de clínicas médicas, laboratórios e farmácias e pagarão apenas pelos serviços que utilizarem com valores acessíveis e descontos de até 80%.

Os benefícios serão válidos também para um dependente de escolha do entregador, sem a necessidade de vínculo familiar. A iniciativa passa a valer a partir de 06 de abril, tem abrangência nacional e duração inicial de três meses. Os parceiros de entrega que forem aceitos pela plataforma durante esse período também terão acesso ao benefício.

As informações sobre o plano serão comunicadas aos entregadores pela plataforma e eles deverão fazer o cadastro diretamente no site.

Distribuição de álcool em gel sem aglomeração

Com foco na segurança e proteção, o iFood coloca em prática solução que permitirá a distribuição de álcool em gel para os entregadores que utilizam a sua plataforma sem a necessidade de aglomerações de pessoas com uso da tecnologia.

Os kits, contendo álcool em gel e material informativo, estarão em vans itinerantes por diversos pontos da cidade. O entregador receberá um chamado para ir até a van como se fosse coletar um pedido.

Esta combinação de veículos espalhados pelas cidades e os chamados individuais evitará aglomerações e grandes deslocamentos dos entregadores.

A ação se inicia por São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Brasília, Porto Alegre e Curitiba, que juntas correspondem a 60% dos casos de COVID-19 no Brasil. Em São Paulo, cidade com o maior número de casos, a distribuição começou nesta sexta-feira, 27.

Entrega sem contato físico

Para proteger a saúde dos entregadores e clientes da plataforma neste momento no qual a sociedade é orientada a evitar o contato pessoal, o iFood continua produzindo materiais informativos e orientando os parceiros de entrega sobre a utilização correta da ‘Entrega sem Contato’.

A solução pode ser escolhida pelos usuários no momento de realização do pedido. Para que isso aconteça, os pagamentos deverão ser efetuados online, pelo app.

Na sequência, o consumidor combina via chat do app com o entregador ou restaurante qual o melhor lugar para que o pedido seja deixado.

O iFood recomenda ainda o descarte correto e imediato de todas as embalagens e reforça aos clientes a importância da higienização correta das mãos antes de comer.

* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui