Segurança e adaptação da rotina de trabalho estão entre as prioridades do Grupo Dia

1204
Marcelo Maia
[tempo para leitura: 2 minutos]

“De fato é uma experiência única. É uma crise de outra magnitude que envolve saúde e vida”, foi com esse discurso que Marcelo Maia, CEO do Grupo Dia, iniciou sua participação na primeira edição do Mercado & Consumo em Alerta. Para ele, uma das prioridades é a segurança dos indivíduos e a adaptação das rotinas de trabalho por meio da tecnologia. “Em pontos de venda, a preocupação essencial é garantir a integridade de funcionários e clientes”, disse o executivo, sobre a experiência de instalar rapidamente em todas as lojas da rede Dia, dispensers de álcool gel e remarcação de chão para definir a distância entre os consumidores.

Durante o mês de março de 2020, quando comparado ao mesmo mês do ano passado, o consumo tem sido maior. “E para tranquilizar a população, já que não há necessidade de estocar grandes quantidades de alimentos. Já cadeia de suprimentos está funcionando normalmente e não há desabastecimento ou previsão para que isso ocorra” tranquiliza o CEO.

Os franqueados que estão próximo aos seus vizinhos, tendem a sentir um impacto maior, já que tem um relacionamento de proximidade com a comunidade. “O modelo de negócio do Grupo Dia é focar no núcleo familiar e estar próximo a sua comunidade. Então, a nossa preocupação é com o bem estar e a responsabilidade social, que sempre foram o centro das nossas atividades”, explica Maia.

É possível que no pós crise, os consumidores tenham um poder de compra menor. Portanto, o ideal é durante a retomada estar atento as novas mudanças e exigências dos clientes, já é possível perceber que padrões de consumo e comportamento foram modificados. “Com o aumento de vendas por internet, o consumidor será mais exigente para o bom funcionamento das ferramentas”, conclui o líder da rede.

As transmissões ao vivo serão realizadas com o objetivo de compartilhar com o público, diferentes análises e pontos de vista sobre questões relacionadas aos impactos do consumo no Brasil. Os conteúdos também ficarão disponíveis no canal o oficial da Mercado & Consumo, no YouTube.

* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui