Stone destina verba para reduzir impacto do coronavírus

178
Stone
[tempo para leitura: 2 minutos]

Com a pandemia do novo coronavírus (covid-19), empresas do mundo inteiro, das startups às gigantes globais, tiveram que adotar políticas de home office como medida de contingência para proteger os seus colaboradores e, assim, evitar a propagação do vírus.

Antes mesmo deste cenário, em 2017, a Stone já havia se adaptado a esse modelo de trabalho, para que os primeiros desenvolvedores da área de Inovação pudessem trabalhar – cada um em sua casa – na criação da Conta Stone.

Em apenas três meses, a área responsável pela Conta Stone da fintech de serviços financeiros já tinha mais de 40 pessoas de diferentes cidades. E, à medida que a equipe crescia, aumentava o desafio de manter todos na mesma página, engajados no projeto e se sentindo parte do time.

Depois de muitos erros e acertos, a área chegou a um modelo de home office que tem se mostrado bastante eficiente desde então. “Adotar o trabalho remoto facilita o recrutamento, aumenta o nível técnico do time, estimula a organização e a documentação e traz flexibilidade para o dia a dia”, afirma Renata Zenaro, líder de pessoas da área de Inovação.

Hoje, o time já tem mais de cem pessoas, com aproximadamente metade delas podendo frequentar o escritório e a outra metade trabalhando no modelo de home office de diversas regiões do país, como Bahia, Sergipe, Goiás, Pará, São Paulo e Rio Grande do Sul.

Como funciona o modelo de home office da área de Inovação da Stone:

Escritório virtual
O time utiliza uma ferramenta única de trabalho, que permite reunir, além da comunicação, todas as tarefas, eventos e documentos em um único local. Assim, todos podem acessar e visualizar tudo de forma simples e centralizada.

Quem é quem
Para que a comunicação à distância seja eficiente e para que cada novo colaborador remoto conheça parte do time com o qual irá trabalhar e entenda o tom de seus pares e líderes, o time realiza uma semana de integração presencial em sua sede, antes do início das atividades de fato.

Interação real
A cada seis meses, o time todo se reúne no Rio de Janeiro, a fim de proporcionar a interação entre todas as áreas. São dois dias trabalhando juntos e um dia de festa, onde palestras e assuntos de trabalho dão lugar a esportes, jogos e dança.

Sem interrupções
A teleconferência é bem-vinda, mas não é regra na área. A regra é evitar interromper alguém durante o momento produtivo para falar sobre um assunto que pode ser tratado por escrito, de forma estruturada, e avaliado por todos posteriormente.

Todos na mesma página
Semanalmente, todos os colaboradores recebem uma newsletter com tudo o que está acontecendo na área, desde a chegada de novos funcionários aos projetos em andamento, status da operação, produtos e parcerias.

Muita documentação
O time é estimulado a documentar e compartilhar toda informação relevante. Esse hábito ajuda na visibilidade do trabalho para todos e contribui para a gestão do conhecimento (o que ainda ajuda na integração de novas pessoas).

Proximidade
Sempre tem alguém do time de pessoas por perto e à disposição de todos (principalmente dos que trabalham de casa) para acompanhar como as pessoas estão e ajudar a resolver os problemas rapidamente.

* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui