Confira os aprendizados dos líderes da Riachuelo, RD Raia Drogasil e Telhanorte Tumelero

1620
Novo consumidor
[tempo para leitura: 2 minutos]

A Mercado & Consumo em parceria com a GS&MD, empresa do Grupo GS& Gouvêa de Souza, vem promovendo uma série de lives para compartilhar as experiências e aprendizados de grandes líderes frente a atual crise que o Brasil e o mundo enfrentam.

Já passaram pelo evento online, com início em 1º de abril, nomes como Paulo Correa, CEO da C&A; Artur Grynbaum, presidente do Grupo Boticário; Marcelo Maia, CEO do Grupo Dia; Vander Giordano, vice-presidente Institucional da Multiplan; Vicente Avellar, COO da brMalls, Rodrigo Caseli, CEO do Grupo Avenida; e Jae Ho Lee, CEO do Grupo Ornatus.

Em 8 de abril estiveram presentes Flávio Rocha, presidente do Conselho de Administração do Grupo Guararapes; Marcílio Pousada, CEO da RD Raia Drogasil; e Juliano Ohta, diretor-geral da Telhanorte Tumelero, trazendo visões que colaboram com diversos setores da economia.

Abaixo listamos os principais aprendizados da conversa, que pode ser vista, na íntegra, em nosso canal no Youtube.

GO ON

1 – Cultura empresarial e cuidado com o time adquiriram novos contornos, requerendo maior proximidade e valorização tornando/se pilares mais fortes da competitividade;

2 – O problema deve ser analisado de forma sistêmica. Não é possível separar saúde de economia;

3 – Da mesma forma que e-commerce e responsabilidade Social mudaram de patamar, se sua empresa não deflagrou estas frentes, comece agora.

4 – Comportamentos de compra. Com a retomada será necessário zerar o que se sabe sobre hábitos de compras, valores de branding e marca para pesquisar em base zero;

5 – O pequeno sempre existirá, mas está em reinvenção e da mesma forma que o grandes que são pouco digitalizados, precisam encontrar caminhos para atender os hábitos para novas mentalidades digitalizadas pós-Covid;

6- Novas relações com produtos e categorias serão potencializadas. Novas relações com a Casa, Saúde e com Moda. Provavelmente teremos depuração de mix e novas categorias promissoras;

7 – Implantação do Agile nacional do dia para a noite acarretando a mudança nos KPIs – mudança nos patamares de velocidade e performance;

8 – Relevância de ecossistemas. O que parecia tão distante de nós está sendo estimulado pela Covid – parcerias entre varejistas para fortalecimento mútuo com objetivo de ativação de métodos ágeis e aumento da velocidade;

9 – Queda da barreira da escala. Entra no tema do pequeno varejista, exposto no item 5;

10 – Inserção de novas perspectivas e parâmetros tributários e trabalhistas;

11 – Nova Cultura Organizacional Emergente. Maior foco nos times e na comunicação, cultura de agilidade, times transversais, sem silos, mais colaborativo e com maior senso de urgência.

* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui