Covid-19 colabora com queda de 48% das vendas da Apple nos EUA

1063
vendas apple
[tempo para leitura: < 1 minuto]

O fechamento de comércios por conta da pandemia do novo coronavírus impactou negativamente nas vendas da Apple nos Estados Unidos. A empresa registrou queda de 48% em sua comercialização no mês de março, de acordo com dados da Counterpoint Research, segundo o site GSMArena.

Entre os dias 23 a 29 de fevereiro, a empresa Cupertino vendeu quase 3 milhões de iPhones, enquanto na semana de 22 a 28 de março, as vendas foram inferiores a 1,5 milhão de unidades. A consultoria prevê que as vendas continuem diminuindo nos próximos dados que serão analisados.

O relatório estabelece que a maior queda nas vendas deve ser registrada entre os dias 5 a 11 de abril. No entanto, o processamento de números ainda não foi finalizado.

A Apple é a principal marca de smartphones nos Estados Unidos, ao lado de Samsung e LG. Ambos os fabricantes coreanos também sofreram com o surto da Covid-19, mas em menor escala que a rival. A Samsung, por outro lado, registrou um pequeno aumento nas vendas com o lançamento da linha Galaxy S20.

A pesquisa revelou ainda que 60% de todas as lojas de operadoras dos EUA, incluindo 75% das lojas T-Mobile e Sprint em todo o país, foram fechadas nas últimas quatro semanas. As lojas da Apple também não estão funcionando. Os consumidores estão comprando em varejistas, com entregas on-line.

Com informações da revista IstoÉ Dinheiro.
* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui