Para a presidente da SAP Brasil, as ferramentas de conectividade e digitalização vieram para ficar

2218
Cristina Palmaka
[tempo para leitura: 2 minutos]

A tecnologia nunca foi tão importante na vida das pessoas quanto no período da quarentena. Nesse sentido, para a presidente da SAP Brasil, empresa que traz soluções de softwares para empresas, Cristina Palmaka, a tecnologia tem ajudado na busca por soluções imediatas, mas ela precisa ser simples, acessível, rápida e ao mesmo tempo possibilitar uma centena de coisas.

Durante sua participação no Mercado & Consumo na manha desta quarta-feira (13), Cristina explicou que muitos clientes tiveram que se adaptar ao home office e descobriram uma nova maneira  de trabalho que deve se estender ao que estão chamando de “novo normal” após toda situação se estabilizar. “É fundamental que as empresa se ajustem a partir dessa crise. Todos tiveram que se remodelar e perceberam que é possível administrar seus negócios à distância e, em alguns casos, as empresas estão acelerando alguns projetos que levariam um longo tempo”, disse.

Palmaka também acredita que o momento atual exige dos gestores uma avaliação muito mais cuidadosa: “Eu passei por várias crises durante minha carreira, mas elas sempre tinham um cunho econômico. A atual é muito diferente, pois toca na vida das pessoas. Por isso, esse momento demanda uma liderança muito diferente”.

De acordo com a executiva, um dos setores que está se reinventando, por exemplo, é o varejo, que, anteriormente, não considerava as vendas online em primeiro plano e, agora, pela necessidade, está revisitando as estratégias. “Neste momento não há um modelo ideal, mas precisamos ser rápidos. Precisamos ter soluções imediatas, em tempo real. As as ferramentas de conectividade e digitalização vieram para ficar e elas têm ajudado governos e empresas a poder suportar da melhor forma esse momento de crise.”

Cristina explica que mesmo com a pandemia, as operações da empresa, com todos os funcionários também trabalhando de forma remota, não pararam, garantindo o apoio aos clientes. Além disso, a empresa disponibilizou soluções gratuitas para auxiliar empresas durante a pandemia. A SAP Brasil, segundo Cristina, manterá o trabalho remoto sem deixar os clientes desabastecidos, mostrando que com a tecnologia é possível ter continuidade nos negócios.

Questionada sobre a saúde mental dos colaboradores diante do atual cenário, Cristina reforçou que esse já era um tema tratado dentro da SAP bem antes da crise. A executiva explicou que desde o ano passado realiza a parceria com uma startup, que intermedia o contato à distância entre psicólogos e pacientes, para realizar uma reunião semanal para falar sobre controle de estresse, ansiedade e outras práticas.

* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui