Walmart encerra operação do e-commerce Jet.com

1513
Walmart encerra operação do e-commerce Jet
[tempo para leitura: < 1 minuto]

O Walmart anunciou discretamente, em meio aos resultados financeiros do último trimestre, que vai encerrar a operação do e-commerce Jet.com. A empresa foi adquirida em 2016 pelo valor de cerca de US$ 3 bilhões.

A notícia vem como uma surpresa ao mercado, tendo em vista que, em meio à pandemia de Covid-19, as pessoas passaram a comprar mais online. Apesar da decisão de descontinuar o Jet.com, o Walmart observou que as vendas de comércio eletrônico aumentaram 74% no trimestre, incluindo a categoria de coleta e entrega de lojas, envio para casa, envio de canais de lojas e mercados.

Ao mesmo tempo, o Jet.com não teria se transformado no que o Walmart esperava – dado o investimento bilionário – passando por várias tentativas de reestruturação ao longo dos anos.

Transformação digital

Segundo informações do TechCrunch, a gigante do varejo registrou uma perda de US$ 2 bilhões na divisão de e-commerce. O Walmart, entretanto, sugere que a compra do Jet.com não foi totalmente “perdida”, no sentido que foi importante para a sua transformação digital.

“A aquisição da Jet.com há quase quatro anos foi fundamental para acelerar nossa estratégia omni”, disse o Walmart.

O relatório de ganhos do trimestre observou que a receita da empresa foi de US$ 134,6 bilhões, um aumento de US$ 10,7 bilhões, ou 8,6%, superando as expectativas. “As vendas líquidas e os resultados operacionais da empresa foram afetados significativamente pelo surto de Covid-19”, disse a companhia.

“A demanda sem precedentes por produtos em várias categorias levou a fortes resultados de primeira linha. Certos custos incrementais afetaram negativamente a receita operacional, incluindo os custos associados ao aumento de salários e benefícios, além de segurança e saneamento ”.

Com informações do portal Computer World.
* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui