brMalls e Ame se unem para apoiar varejo

1451
brMalls e Ame se unem para apoiar varejo
[tempo para leitura: 2 minutos]

Segundo a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), há mais de 500 centros comerciais fechados no país e 90% dos lojistas sofreram impactos. Com a queda na demanda, as lojas buscam alternativas para garantir um faturamento mínimo e não fechar as operações.

O cenário complicado traz à tona a necessidade de colaboração e união. Uma iniciativa da brMalls, empresa que atua no ramo de administração de shopping centers, e da Ame, fintech de pagamentos rápidos pelo celular, visa apoiar o varejo brasileiro.

É a iniciativa chamada Ciclo do Bem, com foco em ajudar pequenos varejistas de shoppings por meio de antecipação de compras enquanto os empreendimentos estão fechados.

Funciona da seguinte forma: o consumidor adquire um vale-compras de R$ 100 para ser usado na sua loja favorita escolhida pelo site e ganha 20% de cashback, crédito para outras operações, ao decidir fazer o pagamento com Ame. Para isso, basta baixar o app Ame Digital e criar uma conta de acesso, com dados pessoais e bancários.

Dessa forma, o cliente ganha um dinheiro de volta para usar em outras compras e ainda pode escolher um produto da loja selecionada quando a reabertura do shopping for autorizada. Já o lojista recebe imediatamente o valor da compra antecipada e usa o montante para compor o faturamento neste momento de fechamento do comércio.

Os vale-compras estão disponíveis em 25 shoppings da rede brMalls espalhados por dez estados brasileiros (Amazonas, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo) até o dia 31 de maio. Há lojas de todos os segmentos, desde calçados, vestuário e acessórios até serviços, como lavanderia e barbearia.

A iniciativa tem a intenção de colocar o cliente como protagonista da mudança e agente de colaboração com o varejo. A ideia é que a campanha desencadeie um ciclo positivo e beneficie vários profissionais, ajudando a preservar negócios e empregos neste momento de pandemia.

Em contrapartida, o consumidor tem a oportunidade de adquirir produtos promocionais, já que há o cashback de parte do valor.

* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui