“Hoje o acesso à internet não é generalizado, porém deve aumentar”, afirma o executivo de Vendas, Internet das Coisas e Big Data da Vivo

1584
ERIK NAKANDAKARE - Head of Sales, Internet of Things & Bigdata da VIVO (Telefônica Brasil)
[tempo para leitura: 2 minutos]

Você sabia que 9 em cada 10 compras são iniciadas na internet e que mais de 60% delas o consumidor mudava o canal e finalizava sua compra por meio de um canal físico? A informação foi trazida por Erik Nakandakare, head de Vendas, Internet das Coisas e Big Data da Vivo (Telefônica Brasil). Ele esteve ao lado de Demetrio Teodorov, head de P&D Tech e Inovação da Riachuelo e Rodrigo Barros, CEO da Boali em live promovida pela Mercado & Consumo neste manhã, 5 de junho.

Nakandakare contou que neste momento um dos principais serviços oferecidos pela Vivo para os varejistas se dá em como entender as novas personas, o entendimento dos hábitos de consumo do novo consumidor e de movimentação, tudo sempre de forma anônima e respeitando as regras do LGPD. Segundo ele, a forma de consumir um produto e a forma de olhar para o cliente será muito diferente. Seja pela economia ou pelo comportamento que a pandemia vai gerar.

O executivo disse ainda que o IoT traz para o varejo, baseado em aprendizados na Espanha – a partir da Movistar -, novos projetos para garantia de protocolos de proteção, como controle de estoque de álcool gel; câmeras de imagem térmica para medição de temperatura de consumidores e controle do número de pessoas na loja, por exemplo. Nakandakare contou que todas essas ações já são realidade na Europa.

Segundo ele, o acesso à internet não é generalizado, porém deve aumentar, visto que as próprias marcas vão expandir este acesso a população. “Muitos já oferecem este serviço como valor agregado das marcas aos seus consumidores”, explicou. Para Erik, a ominicanalidade é muito mais que iniciar um e-commerce, mas sim uma estratégia combinada de canais físico e digitais, com utilização de ferramentas como Iot, micro-marketing, auto-atendimento, comandos de voz, Big Data, etc.

* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui