Museus que merecem uma visita após a pandemia

12
[tempo para leitura: 3 minutos]

Curitiba, PR 24/6/2020 –

Diversos locais para planejar uma viagem e conhecer os museus mais visitados do mundo.

Em tempos de pandemia, em que o isolamento social se fez extremamente importante para a proteção das pessoas, passou-se a valorizar muito mais a liberdade. Viajar sempre trouxe e traz leveza, aumentando o bem-estar.

E, se além de descansar, a intenção da viagem é, também, para adquirir cultura, a visita aos museus não pode deixar de constar no roteiro de passeios. Abaixo, indicações de museus que merecem uma visita quando a pandemia acabar:

1- Museu Arqueológico de Balneário Camboriú

Museus arqueológicos já são interessantes por si só, afinal, por meio de algumas peças, é possível fazer uma incrível viagem a tempos e povos passados, mas o Museu Arqueológico de Balneário Camboriú tem alguns atrativos a mais.

Em sua exposição, que reúne peças de mais de três mil anos, constam 18 esqueletos; dentre esses exemplares, ossadas de duas índias gestantes – tendo uma delas, o feto ainda no ventre, fato extremamente raro.

2- Metropolitan Museum of Art

O famosíssimo museu nova iorquino é aquele local que precisa ser visitado ao menos uma vez na vida. Com uma coleção permanente composta por peças que fazem um passeio por mais de cinco mil anos de história, é possível viajar desde o Egito Antigo até obras contemporâneas.

Não à toa, o Metropolitan Museum of Art é a maior e mais famosa galeria de arte americana, tendo sua fama espalhada mundo afora.

3- Museu da Acrópole de Atenas

Localizado em Atenas, na Grécia – berço do mundo antigo – o Museu da Acrópole reúne os achados arqueológicos da região, compostos por peças de VII a.C. até o século V d.C.

Sua construção iniciou-se em 1863, porém, a conclusão da obra atual deu-se apenas em 2009, sendo assim, é possível acessar o clássico e o moderno ao mesmo tempo num só lugar.

4- Museu Nacional da China

Já, se a intenção é conhecer o museu mais visitado do mundo, a escolha certa é o Museu Nacional da China, que acolhe mais de sete milhões de visitantes anualmente e recebeu o título de museu com maior número de visitas mundialmente.

Por lá, há 192 mil metros quadrados que contam a história chinesa de seus primórdios aos tempos atuais.

5- Museu Hermitage

Os museus, frequentemente, reúnem peças que contam a história de sua localização, mas este museu russo, localizado em São Petesburgo, faz muito mais que isso.

São três milhões de peças que revelam períodos e culturas russas, europeias, orientais e africanas, quase uma volta ao mundo sem sair do lugar.

6- Museu Egípcio

Para os amantes de história, o Museu Egípcio, no Cairo, não pode ficar de fora da programação, já que lá é possível ver tesouros dos faraós, múmias e estátuas de deuses num espaço de 15 mil metros com 100 mil peças.

7- Museu do Louvre

Como não poderia deixar de ser, aquele que é considerado o maior museu de arte do mundo (72 mil metros quadrados) é uma parada obrigatória na França.

Com 40 mil peças da Pré-História até o século XXI, a visita ao Louvre é mais do que um passeio, é uma experiência.

E, para a experiência da viagem ficar completa, planejar a hospedagem é fundamental. Para fazer com que mais pessoas possam dar a volta ao mundo, o Clube Candeias possui opções de hospedagem não só no Brasil, como nos cinco continentes. São 500 mil opções de hospedagens na rede integrada e diversas unidades próprias nas principais cidades brasileiras.

Para saber mais sobre o Clube Candeias: https://www.clubecandeias.com/

Website: https://www.clubecandeias.com/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui